Blog do Juares | Paulo Paim é reeleito para o Senado Federal

Camaquã-RS
21:27
15/10/2018

Blog do Juares | Paulo Paim é reeleito para o Senado Federal

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
QUER MATAR A SAUDADE, ENTÃO OUÇA!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Política

Paulo Paim é reeleito para o Senado Federal

Com 98% da apuração, candidato do PT obteve 17,73% dos votos válidos, ficando com a segunda vaga
07/10/2018 | 20h21 - Fonte: Correio do Povo / Foto: Ricardo Giusti
Compartilhe:

Paulo Paim foi reeleito para o Senado Federal pela terceira vez. Com 98,38% dos votos apurados, s senador pelo Partido dos Trabalhadores obteve 17,73% dos votos válidos, ficando com a segunda vaga. Luis Carlos Heinze foi o senador mais votado. O trabalho do senador, reconhecido na defesa pelos direitos dos trabalhadores e aposentados, seguirá pelapróxima legislatura.

Sobre a eleição presidencial, Paim disse que a derrota do PT (1º turno) se configura como um protesto do eleitor brasileiro. "O eleitor brasileiro fez quase que uma varredura dos partidos e votou naqueles que se vincularam especificamente à figura do candidato que se apresentou como o salvador da pátria. É muito preocupante e vai ter de ser feita uma severa autocritica para que se busque alianças e se consiga defender os direitos sociais do nosso povo no Parlamento", alertou.

Natural de Caxias do Sul, Paulo Paim, 68 anos, construiu sua trajetória política em Canoas, na Região Metropolitana. De família humilde, começou a trabalhar ainda criança. Na adolescência, ingressou no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), onde fez o curso técnico de matrizeiro e ferramenteiro paralelo ao ensino médio. Em 1981 chegou à presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas. Fez carreira sindical, chegando a ser vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Filiou-se ao Partido dos Trabalhadores em 1985. Um ano depois foi eleito deputado federal pelo Rio Grande do Sul, sendo deputado constituinte e reeleito por quatro mandatos consecutivos. Em 2002 se lançou como candidato ao Senado. Eleito, foi vice-presidente no biênio 2003/2005 e entre 2007/2009 foi presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa. É o autor do projeto de lei que criou o Estatuto do idoso e co-autor do projeto original da lei brasileira de inclusão de 2015, que criou o Estatuto da Pessoa com Deficiência. Na reeleição, em 2010, foi o mais votado do Estado, com mais de 30% dos votos válidos.

Compartilhe:

comentários