Blog do Juares | Operação de segurança contabiliza 237 prisões no 1º turno das eleições no RS

Camaquã-RS
21:29
15/10/2018

Blog do Juares | Operação de segurança contabiliza 237 prisões no 1º turno das eleições no RS

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
QUER MATAR A SAUDADE, ENTÃO OUÇA!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Polícia

Operação de segurança contabiliza 237 prisões no 1º turno das eleições no RS

Operação envolveu agentes de instituições federais para garantir normalidade do processo aos cidadãos
08/10/2018 | 15h00 - Fonte: Ascom/SSP / Foto: Arquivo/Palácio Piratini
Compartilhe:

A Operação Eleições 2018, ação que envolveu mais de 10.652 agentes de instituições federais, estaduais e municipais ligadas à Segurança Pública e fiscalização de trânsito, chegou ao final de suas atividades no primeiro turno contabilizando 237 prisões.

O balanço registra 18 ocorrências de propaganda eleitoral irregular e 19 ocorrências de boca de urna. A operação apreendeu 3.262 materiais gráficos, sendo 3.044 santinhos, 193 folders e 25 faixas e cartazes. Um veículo foi apreendido, decorrente de crime eleitoral.

Crimes comuns contra candidatos:

Ameaça - 0

Homicídio - 0

Homicídio Tentado - 0

Latrocínio - 0

Lesão Corporal - 0

Outros - 1

Roubo - 0


Crimes Comuns nos locais de votação/apuração:

Dano/Depredação - 0

Furto - 0

Homicídio - 0

Homicídio Tentado - 0

Latrocínio - 0

Lesão Corporal - 1

Outros - 4

Roubo - 0

Vias de Fato - 0

Crimes Eleitorais:

Abandono de serviço eleitoral - 0

Aglomeração de eleitores nas proximidades de locais de votação - 0

Boca de urna - 173

Compra de votos/Corrupção eleitoral - 1

Desobediência a ordens da Justiça Eleitoral - 1

Desordem que prejudique os trabalhos eleitorais - 1

Distribuição de material irregular de campanha - 2

Falsidade ideológica na esfera eleitoral - 0

Fornecimento de alimentação a eleitores - 0

Impedimento ou embaraço ao exercício do voto - 0

Outros crimes eleitorais - 9

Propaganda eleitoral irregular - 34

Transporte irregular de eleitores - 2

Uso de violência ou grave ameaça para obter voto ou abstenção - 0


Apreensão de Armas de Fogo, Munições e Explosivos:

Armas de Fogo - 0

Munições - 0

Apreensão de Moedas e Objetos:

Dinheiro (Moeda Estrangeira) - 0

Dinheiro (Real) - 2

Objetos gráficos (faixas, cartazes, folders e santinhos) - 190.000

Veículos decorrente de crime eleitoral - 1


Apreensões de Drogas:

Droga (gr) - 0

Droga (kg) - 0

Droga sintética (un) - 0


Prisão/Condução:

Prisão de Autoridades - 0

Prisão de Cabo Eleitoral - 2

Prisão de Candidatos - 1

Prisão de Eleitores - 12

Prisão de Servidor Eleitoral - 0

Procedimentos de Polícia Judiciária

Auto de Prisão em Flagrante - 5

Termo Circunstanciado de Ocorrência - 217

Trabalho integrado

A operação contou com a participação de servidores do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS), Departamento de Inteligência de Segurança Pública (DISP/SSP), Brigada Militar (BM), Polícia Civil (PC), Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), Polícia Federal (PF), Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Samu. O centro operacional foi estabelecido no Departamento de Comando e Controle Integrado da Secretaria da Segurança Pública (DCCI/SSP). Em virtude da grande demanda na capital, a Prefeitura de Porto Alegre integra o grupo por meio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

Profissionais de todos os órgãos receberam capacitação para operar o sistema que alimentará o banco de dados da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Esta, por sua vez, serviu como fonte de informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Compartilhe:

comentários