Blog do Juares | RS tem eleição tranquila na avaliação do TRE-RS e BM

Camaquã-RS
06:11
16/11/2018

Blog do Juares | RS tem eleição tranquila na avaliação do TRE-RS e BM

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
RELEMBRE OS BONS MOMENTOS
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Política

RS tem eleição tranquila na avaliação do TRE-RS e BM

Pelo menos 14 foram presas durante o pleito no Estado
28/10/2018 | 17h02 - Fonte: Correio do Povo / Foto: Alina Souza
Compartilhe:

É de tranquilidade o cenário de votação neste domingo, de segundo turno eleitoral no Rio Grande do Sul, na avaliação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS) e da Brigada Militar. Mesmo assim, 14 pessoas foram presas até às 15h por envolvimento em ocorrências, a maioria por propaganda de boca de urna.

Conforme o subcomandante-geral da BM, coronel Eduardo Biacchi Rodrigues, dos 14 casos, 13 foram classificados como de menor potencial ofensivo. Os presos assinam termo circunstanciado (dispensa de auto de flagrante) e assumirão compromissos perante a Justiça. O outro caso foi crime mais grave (pena superior a dois anos). Houve denúncia comprovada de transporte irregular de eleitores no município de Barra do Guarita.

Sobre a apreensão de material irregular, como bandeiras, folders e santinhos junto às sessões eleitorais, o coronel Biacchi registrou queda expressiva. “No primeiro turno foram recolhidos mais de 190 mil itens e até agora não temos o registro de nenhum caso", informou.

Quanto ao processo da eleição, o secretário da Corregedoria Regional Eleitoral do TRE-RS, Josemar Riesgo, apontou avanços: o Tribunal melhorou a orientação a eleitores e mesários, e o voto mais simples, em apenas dois candidatos, em vez dos seis no primeiro turno, deram mais velocidade ao voto (na média 10 segundos contra 40 segundos do primeiro turno).

O número de urnas que apresentou problemas e precisou de troca diminuiu. No primeiro turno da eleição no Rio Grande do Sul o TRE-RS substituiu 669 urnas eletrônicas e até às 16h15min deste domingo 328 urnas apresentaram problemas e precisaram ser substituídas.

Outro ponto a favor na eleição de hoje, na avaliação de Riesgo, foi a perda da força das fake news. Se primeiro turno as notícias falsas prejudicaram a eleição e chegaram a confundir eleitores, neste segundo turno isso não aconteceu, observou o secretário da corregedoria. “O eleitor está mais consciente”, observou Riesgo. O telefone 148, para orientação dos eleitores, teve baixa procura na comparação com o primeiro turno.

Em visita ao TRE-RS, o presidente da seccional da OAB, no RS, Ricardo Breier, afirmou que esta eleição no Brasil servirá de case para ser estudado, que possa levar a um aperfeiçoamento da atual legislação eleitoral relacionada às fake news. “Seguimos o mesmo rumo das eleições dos EUA, Argentina e Colômbia. As notícias falsas tumultuaram o pleito e acirraram os ânimos dos eleitores “, disse.

Breier entende que o desafio agora é reunir a Justiça Eleitoral, Justiça comum, OAB, entidades e administradores das redes sociais. “Será necessário achar um caminho que não leve à repetição do que aconteceu nesta eleição, na próxima, daqui há dois anos”, observou.

Às 19h o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS) já terá apurado cerca de 90% dos votos dos gaúchos. Essa previsão é do secretário de Tecnologia da Informação do tribunal, Daniel Wobeto.

Compartilhe:

comentários