Blog do Juares | Investigação de desvios na Saúde de Canoas terá novos desdobramentos, diz promotor

Camaquã-RS
10:59
12/12/2018

Blog do Juares | Investigação de desvios na Saúde de Canoas terá novos desdobramentos, diz promotor

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
RELEMBRE OS BONS MOMENTOS
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Geral

Investigação de desvios na Saúde de Canoas terá novos desdobramentos, diz promotor

João Beltrame relatou que há pontos a serem esclarecidos sobre relação de empresa com prefeitura
06/12/2018 | 10h46 - Fonte: Correio do Povo / Foto: Ministério Público / Divulgação / CP
Compartilhe:

O promotor João Beltrame, um dos responsáveis pela operação do Ministério Público, que nesta quinta-feira desarticulou um grupo que teria desviado milhões da Saúde de Canoas, confirmou que três pessoas já foram presas. Elas seriam representantes do Grupo de Apoio À Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp), um dos alvos da investigação. Em entrevista à Rádio Guaíba, Beltrame projetou a continuidade das apurações nas próximas semanas. 

"Com esta operação, nós buscamos eslcarecer a relação do Gamp com a prefeitura de Canoas. Temos até o momento três prisões e a apreensão de mais de R$ 40 milhões. Esta é uma fase inicial da investigação, que teve um primeiro eixo de trabalho, mas com certeza teremos outras porque percebemos uma série de pontos que precisam ser esclarecidos", explicou Beltrame.  

Ao ser questionado sobre a identidade dos suspeitos presos, Beltrame limitou-se a dizer que o trio pertenceria à Gamp. "São diretores da Gamp. Nós ainda não podemos revelar os nomes porque ainda buscamos um alvo e isso poderia prejudicar o nosso trabalho", acrescentou. 

Na avaliação de Beltrame, a operação desvenda "uma relação duvidosa" que se estabeleceu na área da Saúde de Canoas. "A gente tem consciência de há mais coisa. Nós estamos com uma investigação muito grande, que terá desdobramentos. Há fiscalização mal feita, que não seguia as normas adequadas para destinação de valores e prestação de contas. Há também casos pontuais de contratação de parentes e amigos pela Gamp", salientou. 

O outro lado

O Gamp administra os hospitais Universitário (HU), de Pronto Socorro de Canoas (HPSC), quatro unidades de atendimento psicossocial e duas de pronto atendimento. A empresa, criada em São Paulo, em 2007, começou a atuar no município no final de 2016. A reportagem tentou contato com a companhia, mas não teve retorno após diversas ligações.

Procurada pelo Correio do Povo, a Secretaria Municipal das Relações Institucionais e Comunicação de Canoas informou que a Prefeitura "vai aguardar mais informações para se manifestar, mas vai colaborar com tudo que estiver ao seu alcance". 

Compartilhe:

comentários