Colunistas

Paula Bittencourt - Nutricionista

Paula Bittencourt - Nutricionista

Especialista em Nutrição clínica.
Especialista em Gestão de serviços de alimentação e nutrição.
Endereço: Rua Antônio José Centeno, 572, Camaquã (RS).
Telefone: (51) 99722 2377

Restrição alimentar: cuidado com o glúten escondido na sua cozinha

22/07/2019 - 18h44min Paula Bittencourt / Foto: Divulgação

Se você recebeu o diagnóstico de doença celíaca, sensibilidade ao glúten não celíaca (SGNC) ou mesmo alergia, provavelmente está cheio de dúvidas. A retirada do glúten da dieta parece um desafio gigantesco, mas esse é só o começo de um novo estilo de vida. As três situações anteriores exigem total restrição a alimentos com glúten ou que possam ter sofrido processo de contaminação. Por isso, se você divide a casa com pessoas que não seguem a mesma dieta, atenção, o glúten escondido na sua cozinha pode atrapalhar os cuidados com sua saúde e o processo de recuperação.

Por ser uma proteína, o glúten é microscópico. Você não consegue dizer a olho nu onde ele está, mas aprenderá, com um pouco de dedicação, a ficar bem longe dele. Comece com as coisas mais simples, guardando os produtos sem glúten em armários separados, sem contato com qualquer item que possa conter essa proteína. Na geladeira, faça a mesma coisa, selecione uma prateleira para você – de preferência a primeira para não haver risco de cair qualquer migalha de glúten nas suas coisas– ou use potes grandes para manter tudo separado e fechado. A dica é ainda colocar etiqueta nos produtos com seu nome ou com a informação “não contém glúten” bem destacado. A partir disso, siga os passos mais complexos para descobrir os lugares mais comuns onde se esconde o vilão da sua saúde.

Utensílios de cozinha

Sugere-se ter utensílios diferentes para uso em alimentos com glúten e sem glúten. Quando isso não for possível, é preciso lavá-los muito bem. No caso de talheres, os de silicone são ideias para não reter o glúten, pois não são materiais porosos. Panelas de alumínio facilitam o processo de limpeza do glúten também (mas é preciso esfregar com força e com esponja limpa). Para armazenamento de produtos, recomendam-se potes de vidros – os de plástico mantêm o glúten no material mesmo após limpeza. Não use utensílios velhos que guardam resíduos. Troque a tábua ou colheres de madeira que também absorvem o glúten.

Pano de prato e toalha de mesa

Os panos de prato e toalhas usadas para alimentos ou utensílios com glúten devem ser separados dos usados para alimentos sem glúten. A lavagem também deve acontecer em momentos diferentes evitando a contaminação na máquina de lavar. O mesmo é recomendado pela Fenacelbra (Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil) com a lavagem de roupas que possam ter entrado em contato com glúten.

Esponja de pia

Em uma casa compartilhada por celíacos/sensíveis ao glúten e pessoas que consomem glúten, é preciso ter duas esponjas diferentes na pia – uma para uso em utensílios com glúten e outra para os sem glúten.

Torradeira e Grill

Pessoas com desordens relacionadas ao glúten devem ter uma torradeira ou grill para uso exclusive de pães sem glúten – a limpeza desses equipamentos não será suficiente para evitar a contaminação cruzada.

Liquidificador e batedeira

Esses equipamentos mantém o pó do trigo até mesmo no motor. Além disso, eles possuem peças difíceis de limpar de forma completa e eficiente para a retirada do glúten. Então, recomenda-se ter esses eletrodomésticos para uso exclusivo de produtos sem glúten.

Forno e micro-ondas

Limpar forno e micro-ondas a cada uso não é nada fácil. Para que o glúten seja eliminado é preciso muito esforço e a chamada tripla lavagem. O ideal, então, é ter um equipamento para uso com glúten e outro para produtos sem glúten. Se isso não for possível, já que são equipamentos caros, o jeito é mantê-los sempre muito limpo. Tire todos os resíduos do forno, micro-ondas ou formas (deixe de molho com produtos específicos de limpeza por um bom tempo até ficar fácil a retirada das crostas). Faça a lavagem e pegue uma esponja com vinagre e sal. Lave novamente e deixe novamente de molho. Troque de esponja, lave com água e sabão. Com uma nova esponja ou pano, passe álcool e deixe escorrer até secar.

Ração de animais

A ração dos animais domésticos deve ser sem glúten, pois eles estão sempre em contato com os humanos. Eles se lambem e lambem as pessoas e isso pode causar a contaminação para quem tem desordens relacionadas ao glúten. Por isso, sempre importante conferir se a ração ou até mesmo alimentos oferecidos a cães e gatos são sem glúten. 

Marque logo sua consulta.

Nutricionista Paula Bittencourt Teche

Rua Antônio José Centeno, 572, Camaquã (RS)

(51) 99722-2377

MAIS COLUNAS

BLOG DO EVALDO
BLOG DO EVALDO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +