Colunistas

Douglas Ebel Klug - Poesia e Religião

Douglas Ebel Klug - Poesia e Religião

Douglas Ebel Klug - Pastor e Poeta da Vida.
"A alma simplesmente escreve o que o coração dita".
WhatsApp: (51) 99572 4626.

Cada coisa tem o seu tempo

18/11/2016 - 19h36min Douglas Ebel Klug / Foto Divulgação

“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” Romanos 8. 28.

“As pessoas podem fazer os seus planos, porém é o Senhor Deus quem dá a última palavra” (Pv 16.1). “A pessoa faz os seus planos, mas quem dirige a sua vida é Deus, o Senhor” (Pv 16. 9). Em Eclesiastes 3. 1-8 nos ensina que cada coisa e cada momento em nossas vidas têm o seu determinado tempo: “há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar”.

Cada passo de nossas vidas são passos marcados por Deus. A Bíblia nos diz que Deus tem um plano detalhado conosco, elaborado até os mínimos detalhes. Tudo o que acontece com cada um de nós, obedece a um plano divino. Até os acontecimentos pequenos são observados e guiados por Deus: “Quanto a vocês, até os fios dos seus cabelos estão todos contados. Portanto, não tenham medo, pois vocês valem mais do que muitos passarinhos” (Mt 10. 30-31).

Pois “somente em Deus eu encontro a paz e nele ponho a minha esperança. Somente ele é a rocha que me salva; ele é o meu protetor, e eu não serei abalado. A minha salvação e a minha honra dependem de Deus; ele é a minha rocha poderosa e o meu abrigo” (Sl 62. 5-7). Deus sendo o criador do universo pode salvar e até condenar. Fé em Deus. Paz. Felicidade. Esperança. Salvação. Vida e amor, é o que Deus dá ao ser humano através de Cristo. “Os que te amam encontram a felicidade em ti” (Sl 5. 11b).

Seção Soneto: Um fujão

Caminho pela mata escura

Aquele vento tenebroso da rua

Penso em estar dentro de casa.

Sonho em ser dono da NASA.

Ouso ruídos que vem do além

Enfrento a fera como ninguém.

Gritos de alguém fugindo

Percebo que em minha direção estão vindo.

O bicho salta em minha direção

Parece uma pessoa que numa mão

Tem um cajado tentando arrancar- me o coração.

O bicho era um gato fugindo de uma confusão

O cajado afiado era a unha do fujão

Que queria escapar de uma surra do cão. 

***Pensamento da Semana***

“Nenhuma aventura pode ser tão ousada quanto a coragem de viver por um ideal” AD

MAIS COLUNAS

INSTALAÇÃO ELÉTRICA
BLOG DO EVALDO
VIA NATURAL
INSTALAÇÃO ELÉTRICABLOG DO EVALDOVIA NATURAL
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +