Colunistas

Pablo Bierhals - Fatos interessantes e assuntos diversos

Pablo Bierhals - Fatos interessantes e assuntos diversos

Estudante de Jornalismo na Universidade Católica de Pelotas e pesquisador.

Clare Hollingwort: a jornalista que deu o maior furo de reportagem do século XX

27/02/2020 - 07h52min Pablo Bierhals / Foto: Clare Hollingwort Collection

A Segunda Guerra Mundial teve seu início, de fato, em 1939. Foi uma das guerras mais absurdas da história, principalmente se considerarmos que ela aconteceu recentemente, onde não imaginaríamos mais que tamanhas barbáries poderiam ser realizadas (e ainda são).

Não preciso discorrer mais a respeito do que foi essa guerra, que durou até 1945 e matou mais de 85 milhões, onde aproximadamente 50 milhões eram civis. O foco do texto é a jornalista britânica Clare Hollingworth e seu furo jornalístico. É sobre isso que falaremos a seguir.

Foi com a invasão alemã na Polônia, que iniciou a Segunda Guerra. No dia em que isso ocorreu, quando os tanques alemães atravessavam a fronteira para dominar os poloneses, Clare estava em seu carro assistindo tudo em primeira mão.

Clare trabalhava para o Daily Telegraph, da Inglaterra, e deu o furo jornalístico, mas era muito inteligente e ainda esperou por três dias em uma pequena cidade polonesa, para então telefonar para embaixada britânica em Varsóvia. A manchete que anunciou o fato dizia: “1000 tanques aglomerados na fronteira polonesa. 10 divisões prontas para ataque veloz."

Um fato bastante interessante, é que a embaixada não acreditou na história logo de cara, fazendo com que a jornalista tivesse que pôr o telefone para fora da sala onde estava, para que pudessem ouvir os ruídos do início da guerra na outra linha.

A carreira de nossa heroína do jornalismo foi longa nos campos de batalha, tendo feito a cobertura de guerras como a Guerra do Vietnã, Argélia, Oriente Médio, Índia, Paquistão e da revolução cultural na China. Sendo que a mesma trabalhava há poucos dias no Daily Telegraph quando deu o possivelmente maior furo do século passado.

O meio jornalístico em cobertura de guerras, sempre teve pouco espaço para mulheres, mas Clare não deixou que isso a impedisse de ter uma carreira brilhante. A jornalista faleceu no dia 10 de janeiro de 2017, aos 105 anos, e deixou um grande exemplo para todas as mulheres e pessoas em geral que desejam lutar por uma carreira renomada no jornalismo.

Fonte: Hypeness

MAIS COLUNAS

PADARIA ESTRELA
MIX BEBIDAS
PADARIA ESTRELAMIX BEBIDAS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +