Colunistas

Pablo Bierhals - Fatos interessantes e assuntos diversos

Pablo Bierhals - Fatos interessantes e assuntos diversos

Estudante de Jornalismo na Universidade Católica de Pelotas e pesquisador.

O artesanato como forma de terapia

28/07/2020 - 19h52min Pablo Bierhals / Foto: Elo7

Já faz alguns meses que estamos vivendo em certos níveis de isolamento social, sendo vez ou outra restringido até mesmo a possibilidade de trabalhar, dependendo da sua profissão.

O motivo, todos sabem, uma pandemia provocada pelo Covid-19, ou "novo coronavirus" como também é chamado. Enquanto a situação não se normaliza e a vacina ainda não é 100% aprovada, sabemos que as coisas seguirão nesse vai e vem de bandeiras e suas cores denominando os riscos de contágio.

Um dos maiores males que a pandemia têm causado na sociedade, além do próprio vírus e das questões econômicas que este tem interferido, são também as questões mentais, uma vez que o isolamento têm privado, além do trabalho, também as interações sociais presenciais, que são de suma importância para o ser humano, sendo um ser altamente social.

Eu já tenho escrito alguns textos aqui a respeito dos problemas de saúde mental, como a ansiedade e a depressão, mas hoje decidi trazer uma espécie de alternativa para passar o tempo, ocupar a mente e, porque não, fazer um dinheirinho extra.

Além da leitura de livros e maratona de séries, que a essa altura já devem ter sido zeradas, também temos o artesanato. A confecção de acessórios e objetos de forma manual, realizada pela raça humana desde tempos primitivos, além de muitas vezes ecológica e sustentável, pode também servir como forma de terapia.

Os profissionais da saúde mental, como psicólogos e psiquiatras, costumam aconselhar os pacientes que façam atividades para ocupação da mente. Muitas vezes, principalmente em tempos de pandemia, acabamos nos sentindo pouco importantes e incapazes, e são em situações como estas que a arte entra como uma luva, servindo não apenas como forma de expressão, mas também como uma prova material de que somos capazes.

A dica é iniciar com acessórios baratos, como pulseiras, que necessitam apenas barbante e missanga. A compra destes materiais pode ser feita de forma online, sem contato pessoal com o vendedor, desta forma reduzindo o risco de contágio e também a necessidade de sair de casa. Lembrando que também é importante o uso de máscara para receber o pacote, além de higienizar o produto antes de utilizar.

Como os antigos já diziam, de forma um pouco exagerada "mente vazia é oficina do diabo". Mantenha-se ocupado e produtivo durante o isolamento, em breve poderemos retornar às atividades cotidianas e a situação atual será história.

MAIS COLUNAS

PADARIA ESTRELA
MIX BEBIDAS
PADARIA ESTRELAMIX BEBIDAS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +