Colunistas

Guilherme Gomes Fernandes - Raio X do Esporte

Guilherme Gomes Fernandes - Raio X do Esporte

Tenho 25 anos, sou natural de Porto Alegre e moro em Camaquã. Sou apaixonado por esporte, principalmente por futebol. Tenho a meta de me formar em jornalismo esportivo. Apaixonado por leitura esportiva. Escrever sobre futebol me alimenta cada dia mais, eu sou um apaixonado por esse esporte.
Telefone/WhatsApp (51) 98924 9184.

Jogar em casa não vale nada pós pandemia?

03/09/2020 - 10h42min Guilherme Gomes Fernandes / Foto: Matsu Panzenhagen

Ao que se indicava antes da pandemia era uma vantagem certa quando se jogava em casa e com estádio cheio, e com uma chance maior de vitória. Mas esse cenário mudou desde a volta do futebol. Foram analisados diversos campeonatos ao redor do mundo, neles a maioria dos times visitantes tem um percentual de vitória maior por exemplo: das primeiras 57 partidas disputadas depois da retomada do Campeonato Alemão, os times da casa só venceram 14 (24,6%) e os visitantes venceram quase o dobro de vezes (27, ou 47,4% do total). Em março, antes pandemia os números eram diferentes; 42,9% de vitórias dos mandantes e só 35,4% dos visitantes.

Já na liga de Portugal as vitórias dos mandantes caiu de 39,8% para 33,3% depois da retomada. O que mais têm acontecido são empates: oito das 21 primeiras partidas disputadas (38,1%) terminaram em igualdade.

O que isso nos mostra é que o efeito casa dos clubes pode ter ido por água abaixo, ou seja, jogar no próprio estádio e jogar fora dele, pode te dar as mesmas chances de sair com a vitória.

Até os jogos da sétima rodada do Campeonato Brasileiro somente o Ceará conseguiu fazer valer a vantagem de mandante.

MAIS COLUNAS

MIX BEBIDAS
MIX BEBIDAS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +
*/ ?>