Geral

Idosa que teve luz cortada em Torres será indenizada em R$ 2 mil por danos morais

Fornecimento de energia elétrica foi interrompido indevidamente
08/02/2019 - 14h43min Giane Guerra- GaúchaZH / Foto: Divulgação Corrigir

Uma idosa que teve a energia elétrica cortada indevidamente será indenizada em R$ 2 mil por dano moral e R$ 500 por prejuízo material. O caso ocorreu em Torres, no litoral do Rio Grande do Sul. 

A consumidora disse ter saído para trabalhar pela manhã e, quando voltou no final do dia, estava sem luz. Vizinhos disseram que funcionários da CEEE estiveram na residência e cortaram o fornecimento. Em contato com a concessionária, soube que havia uma fatura em atraso. Só que a conta foi paga em uma lotérica, que não registrou direito o código de barras. 

Foram 24 horas que a idosa ficou sem energia. Além disso, a consumidora alegou que o corte queimou a máquina de lavar roupas. 

A primeira decisão judicial determinou R$ 4 mil de danos morais. Houve recurso da empresa e a Turma Recursal Cível dos Juizados Especiais Cíveis do Rio Grande do Sul reduziu pela metade o valor, mas manteve o dever de indenizar. O entendimento é que não houve o aviso prévio do corte, além de citar uma resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica determinando em quatro horas o prazo para religar a luz quando há suspensão indevida.

MAIS NOTÍCIAS

FUNERÁRIA CAMAQUENSE
Vencato Casas
PEGLOW
JOMAR GÁS
MA EXCURSÕES
RÁDIO SÃO JOSÉ
TAXISTAS APP
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
Studio Master
SUPER SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
ADRIANO CONRADO
SERVI
ROGÉRIO CALÇADOS
FORMATTA RH
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +