Política

Famílias de Cerro Grande do Sul recebem mapas para regularização fundiária de propriedades rurais

Georreferenciamento foi custeado por programa da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural
12/07/2019 - 00h23min Assessoria Rodrigo Machado Corrigir

Nessa quinta-feira (11) 75 famílias de Cerro Grande do Sul receberam mapas de suas propriedades através do Programa de Levantamento, Cadastramento e Regularização Fundiária da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural. Ao todo, foram beneficiadas 310 famílias, cerca de 3.100 hectares, através de georreferenciado na área rural do município. Participaram da entrega o prefeito Sergio Silveira da Costa, o chefe de gabinete do secretário Covatti Filho, Erli Teixeira, o assessor do secretário, Rodrigo Warlet Machado, o diretor do Departamento de Desenvolvimento Agrário, Flávio Smanioto,o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Valnur Curtinaz Ruszkowski, dos vereadores Liziane Schwalm e Alairto Raphaelli, representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, técnicos da Emater e da Secretaria de Agricultura do Estado.

O programa prevê a realização oficinas e audiências públicas de divulgação nos municípios beneficiados. Após esta etapa, ocorreu levantamento topográfico georreferenciado das propriedades rurais, através do sistema de varredura o qual verifica todas as propriedades da região definida, independente do tamanho, das suas características e da situação documental. A partir do levantamento, a empresa contratada elaborou o mapa de cada propriedade e fez o levantamento dos documentos que cada um possuía. Esses mapas estão sendo entregues gratuitamente aos beneficiários. Com os mapas em mãos, basta os proprietários buscarem a regularização junto ao Tabelionato.

Segundo o assessor Rodrigo Warlet Machado, o georreferenciamento costuma ser a parte mais cara do processo de regularização, sendo integralmente pago pela Secretaria por meio do Programa. “Com a propriedade regularizada os produtores poderão acessar mecanismos oficiais de financiamento e serão oficialmente donos de suas propriedades”, afirma Machado.

Essa etapa de georrefenciamento beneficia também os municípios de Barão do Triunfo, Mampituba e Caraá. “É um processo de inclusão social, onde agricultores poderão obter diversos benefícios e vantagens, fomentando a renda das famílias e o desenvolvimento da região”, avalia Machado, destacando que a secretaria está atenta as demandas da comunidade e busca atendê-las.

MAIS NOTÍCIAS

FUNERÁRIA CAMAQUENSE
JOMAR GÁS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
SERVI
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA JARDIM
TAXISTAS APP
Lucas Imobiliária
ELETRO CLIC
FORMATTA RH
Vencato Casas
Petroman
ADRIANO CONRADO
RÁDIO SÃO JOSÉ
PEGLOW
ROGÉRIO CALÇADOS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +