Geral

MATÉRIA COMPLETA - BLOG TV: incêndio destrói residência em Camaquã

Moradora era acumuladora de lixo
24/09/2019 - 09h13min Atualizada em 24/09/2019 - 09h43min Corrigir

O Corpo de Bombeiros trabalhou por cerca de cinco horas para controlar a chamas de um incêndio que atingiu uma residência em Camaquã, nessa segunda-feira (23). O sinistro começou por volta do meio-dia e ocorreu na Rua Olavo Moraes, nº 111, no bairro Jardim do Forte, a duas quadras da Igreja Matriz.

Na casa atingida pelo fogo, havia uma grande quantidade de material reciclável (lixo), em todos os cômodos, que contribuiu para a propagação das chamas. De acordo com informações, o incêndio começou a partir de um acidente doméstico. A proprietária ainda teria tentado apagar as chamas com areia, mas elas se alastraram rapidamente.

A residência pertence a uma mulher de cerca de 50 anos. Ela e o filho estavam no local quando o fogo começou, mas não ficaram feridos. Equipes em pelo menos dois caminhões do Corpo de Bombeiros Mistos de Camaquã trabalharam ativamente no combate ao incêndio. A Brigada Militar também atendeu a ocorrência para evitar a aglomeração de pessoas. Os agentes de trânsito realizaram o isolamento do fluxo de veículos na quadra.

Além dos cinco bombeiros que estavam de plantão, outros profissionais da corporação que estavam de folga apanharam seus EPIs no quartel e se deslocaram por meios próprios para auxiliar os colegas no atendimento da ocorrência.

Os bombeiros enfrentaram muita dificuldade para acessar a casa, pois as portas estavam obstruídas com o acúmulo de lixo. Depois de constatarem que os moradores estavam bem e fora da residência, os bombeiros deram prioridade para controlar as chamas na volta da casa para evitar que o fogo se alastrasse para outros imóveis.

“O ponto principal da nossa ação foi preservar as residências alheias, as residências que ficam na volta da área que era atingida, então estabelecemos duas linhas de mangueira e começamos a atuar pela direita e pela esquerda com a finalidade de que o fogo não se alastrasse”, disse o sargento bombeiro Jacob à reportagem do portal de notícias Blog do Juares (BJ).

Uma retroescavadeira da prefeitura foi destinada ao local para a limpeza dos restos de material queimado. Ainda foi necessário derrubar uma das paredes, para a retirada do lixo inflamável do imóvel.

Conforme relato de vizinhos, a moradora é uma acumuladora de lixo. No início da tarde, um menino de 11 anos, que morava na casa com a mãe, foi encaminhado para o Conselho Tutelar de Camaquã.

O vice-prefeito e coordenador da Defesa Civil do município, Jair Martins (PSDB), acompanhou os trabalhos dos bombeiros no local e também falou à reportagem do BJ, “era uma fatalidade anunciada, há mais de 6 anos que ela (a moradora) vinha acumulando resíduos e lixo, mas tão logo nós tivemos conhecimento a gente fez o que estava ao nosso alcance, já tinha denúncia do Ministério Público, e também a Secretaria da Infraestrutura, do Meio Ambiente e o próprio Conselho Tutelar já estavam tomando as medidas cabíveis dentro de um conjunto de ideias para poder ver o que podia fazer. Pela informação que temos dos próprios vizinhos nem os familiares conseguiam um diálogo com ela (a moradora), e como era uma residência particular não podíamos fazer nada, tínhamos que respeitar o limite da moradia dela. A gente fez o que pode, mas infelizmente não deu tempo”.

O Vereador Marcelo Gouveia (PSB) protocolou na Secretaria do Poder Legislativo de Camaquã, o Pedido de Providência nº 1273 de 2019, lido no expediente da 128ª Sessão Ordinária, realizada na segunda, dia 9 de setembro de 2019.

No documento, o parlamentar solicita que a Prefeitura tome providências quanto à retirada de lixo, na propriedade localizada na Av. Olavo Moraes, no Bairro Jardim do Forte, em Camaquã.

Faz-se necessário que a secretaria competente entre em contato com o proprietário do local, para que seja retirado o lixo, tendo em vista que está causando transtorno aos vizinhos com proliferação de bichos, ratazanas e insetos causadores de doenças. Moradores estão reclamando que é um descaso com a saúde pública.

Após ser lido, o pedido de providência foi encaminhado ao Poder.

“Após várias solicitações por parte de moradores ao executivo, fiz também pedido de providências. Infelizmente foi ignorado e o resultado está aí, lamentável”, disse o vereador Marcelo Gouveia à reportagem do portal de notícias Blog do Juares (BJ).

No início da noite, os bombeiros tiveram que ir ao local novamente, pois havia sinais de fumaça, mas a situação foi controlada.

Na manhã desta terça-feira (24), os bombeiros foram chamados e voltaram ao local, onde ainda havia fumaça e focos de incêndio.

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
Petroman
PEGLOW
FUNERÁRIA JARDIM
SPEED CAR
RÁDIO SÃO JOSÉ
ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
JOMAR GÁS
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
JENIFER
FUNERÁRIA BOM PASTOR
GRÁFICA.COM
ART MÓVEIS
ELETRO CLIC
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +