Geral

Aberta a 13ª Conferência Municipal de Assistência Social em São Lourenço do Sul

Ao longo do dia, o evento debate as políticas de assistência social, com participação do Executivo Municipal, profissionais e usuários do Sistema Único de Assistência Social
27/09/2019 - 14h27min Decom / SLS Corrigir

Foi aberta na manhã desta sexta-feira (27), no Salão Três de Maio, a 13ª Conferência Municipal de Assistência Social, sob o tema: “Assistência Social: Direito do Povo, com financiamento Público e Participação Social”. Ao longo do dia, o evento debate as políticas de assistência social, com participação do Executivo Municipal, profissionais e usuários do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). A realização é da Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação e o Conselho Municipal de Assistência Social.

O evento foi aberto com ênfase a importância da participação do cidadão nas discussões. “É importante para nós ter todos unidos em prol da assistência social. Eu sou usuário dos serviços da assistência social e sou muito satisfeito com o que é feito. Espero que continue assim”, disse Laércio Nebel, representante dos usuários. Nilziney Socorro do Rosário dos Santos, presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, desejou: “Que possamos sair daqui empoderados deste tema. As pessoas precisam entender e utilizar os serviços. As pessoas precisam entender a assistência social como um direito”.

Na sequência, Maria Lopes Rodrigues, representando o Conselho Estadual de Assistência Social, desejou um dia de reflexão e construção coletiva. Ela também foi palestrante pela manhã, com o tema: A Assistência Social: Direito do Povo com Financiamento Público e Participação Social - Eixo 1 - O Direito a Assistência Social Direito Social, Proteção Social e Seguridade Social – Dever do Estado – Direito do Povo, Eixo 2 – Gestão, Execução e Financiamento da Política de Assistência Social e Eixo 3 – Participação e Controle Social.

Ainda na abertura, o secretário de Desenvolvimento Social e Habitação, Valdoir Ribeiro, ressaltou a importância da Prefeitura proporcionar este momento “de luta inteligente para a construção. O financiamento público da assistência social não é favor, é um direito do cidadão, está na Constituição. Não se pode confundir o SUAS com assistencialismo. O SUAS é a pessoa conhecer seus direitos”, disse o secretário, ao citar vários programas sociais.

Por fim, o prefeito Rudinei Härter agradeceu aos presentes a quem definiu como extremamente importantes para a construção conjunta de propostas. “A minha alegria é ver vocês aqui reunidos para integrar as propostas daquilo que é direito de vocês. É importante para nós como gestores públicos saber o que vocês querem e precisam. Assim, sabemos que estamos fazendo o que é importante para vocês”, refletiu o prefeito.

Após a abertura, a programação seguiu com a palestra Maria Lopes Rodrigues e apresentação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). A tarde haverá apresentação cultural do Grupo Conviver debates em grupos de trabalho, apresentação teatral da Apae e deliberação dos prioridades dos grupos de trabalho. Serão também eleitos os delegados que representarão o município na Conferência Estadual de Assistência Social. 

MAIS NOTÍCIAS

ROGÉRIO CALÇADOS
RÁDIO SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
RESTAURANTE COME COME
SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
ART MÓVEIS
ADRIANO CONRADO
ELETRO CLIC
PADARIA ESTRELA
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +