Justiça

TJ-RS julga inconstitucional congelamento de repasses dos poderes

Procuradoria Geral do Estado irá recorrer ao Supremo Tribunal Federal
29/10/2019 - 08h03min Corrigir

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado (TJRS)  julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade que questionou o congelamento do orçamento estadual através da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano que vem. A decisão foi tomada de forma unânime pelos 24 desembargadores presentes, com exceção de uma magistrada que declarou-se impedida de atuar na análise do caso.

O entendimento do relator, desembargador Marcelo Bandeira Pereira, seguido pelos integrantes do colegiado, é de que a imposição de congelamento e limites ao orçamento do Estado pelo Executivo ofende ordenamentos constitucionais, mesmo com aprovação parlamentar.

Bandeira Pereira também afastou a contestação da Procuradoria Geral do Estado (PGE) de que caberia exclusivamente ao Legislativo definir se a proposta orçamentária pode determinar a fixação de recursos sem correção. O procurador geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, anunciou que o Piratini recorrerá ao Supremo Tribunal Federal (STF).

MAIS NOTÍCIAS

ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
BRICK DO TOMAZ
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
Petroman
LAVAGEM FERNANDES
SKY INFOPARTNERS
SUPER SÃO JOSÉ
ART MÓVEIS
GRUPO WHATSAPP
FUNERÁRIA BOM PASTOR
RÁDIO SÃO JOSÉ
OLIDATA
ROGÉRIO CALÇADOS
ELETRO CLIC
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +