Esportes

A dois dias do Gre-Nal, Inter tenta aliar boas atuações com resultados

Jogadores consideraram resultado injusto e lamentaram perda da penalidade por Paolo Guerrero
01/11/2019 - 11h41min Corrigir

Com pouco tempo para pensar e trabalhar para o Gre-Nal do próximo domingo, o Inter tem uma grande preocupação além do clássico e da busca por crescimento na tabela do Brasileirão: a união de boas atuações com resultados satisfatórios. A dor de cabeça foi externada nessa quinta-feira pelo vice-presidente de futebol Roberto Melo, que admitiu instabilidade da equipe dentro dos 90 minutos contra o Athletico-PR, no jogo que terminou em 1 a 1.  

"Não estamos tendo regularidade. Em alguns jogos temos atuado bem, mas alternamos bons e maus momentos. Foi assim com o Palmeiras ainda no primeiro turno, contra o Santos, mais recentemente. Acho que não merecíamos a derrota para o Vasco também. Não estamos conseguindo aliar boas atuações com os resultados. Estamos com esta instabilidade e isso faz parte do processo de transição, da troca de um modelo de trabalho para outro. Leva um tempo", disse Melo em tom de lamentação. 

O dirigente lembrou que em várias partidas o Inter não foi regular nos 90 minutos. No entanto, comentou que o Inter merecia vencer o Athletico-PR, principalmente pelo segundo tempo apresentado no Beira-Rio. "Tivemos um lance cara a cara com o goleiro, bola na trave, pênalti e desperdiçamos. Pegamos um adversário que, podemos dizer, estava jogando de maneira leve, que fez um jogo tranquilo. Mesmo assim os nossos jogadores tiveram personalidade e tivemos as melhores chances", recordou. 

Pênalti desperdiçado desanima 

Entre os atletas colorados ficou claro que o pênalti desperdiçado por Guerrero abalou o time. "Claro que a gente sentiu a perda do pênalti e depois a anulação do gol do Guerrero. Mas luta não faltou e entendo a bronca da torcida com a gente. Não podemos baixar a cabeça e vamos agora pensar no duelo com o Grêmio", comentou Wellington Silva. 

O capitão D'Alessandro lamentou o empate e considerou o resultado injusto. "Nós criamos mais chances, principalmente, no segundo tempo e poderíamos ter vencido. Perdemos um pênalti, mas temos que dar mérito para o goleiro deles (Santos) que fez uma grande defesa. Agora é seguir adiante atrás de nosso objetivo, que é terminar com uma vaga na Copa Libertadores de 2020", resumiu. 

MAIS NOTÍCIAS

ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
PEGLOW
OLIDATA
RÁDIO SÃO JOSÉ
Lucas Imobiliária
FUNERÁRIA JARDIM
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
JOMAR GÁS
ADRIANO CONRADO
SUPER SÃO JOSÉ
SPEED CAR
ELETRO CLIC
Petroman
GRÁFICA.COM
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +