Rural

Selo Ambiental Safra 2019/2020 está com inscrições abertas no Irga

Entre os objetivos do selo está viabilizar o desenvolvimento sustentável no sistema de produção de arroz irrigado
08/11/2019 - 09h01min Governo do Estado Corrigir

Os produtores orizícolas gaúchos já podem se inscrever na edição do Selo Ambiental da Lavoura de Arroz Irrigado do Rio Grande do Sul relativo à safra 2019/2020. O selo é uma iniciativa do Governo do Estado, através do Instituto Rio Grandense do Arroz e da Fundação Irga, em concordância com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural e com apoio da Federarroz. As inscrições ocorrem até o dia 30 de dezembro e devem ser feitas nos Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nates) do Irga de sua região.

"O selo valoriza propriedades que adotam boas práticas agrícolas no manejo da lavoura e os produtores que estão em acordo a legislação ambiental", diz o secretário da Agricultura, Covatti Filho. "Também no sentido de valorizar a cultura, a Secretaria da Agricultura está organizando um programa estadual para alcançar a sustentabilidade econômica do arroz gaúcho", adianta o secretário.

O Selo Ambiental passa por três etapas: habilitação (produtor ou empresa agrícola devidamente, cadastrado no Irga); vistoria técnica e auditoria (avaliação técnica do local e dados informados do empreendimento inscrito) e julgamento (análise e deliberação dos requisitos necessários para obter o selo). A utilização do selo poderá ser feita nas embalagens e notas fiscais do produto, também nas correspondências do produtor ou empresa agrícola durante o período de comercialização da produção da safra correspondente à concessão.

Criado pelo Irga na safra agrícola de 2008/2009, o selo tem por objetivos: viabilizar o desenvolvimento sustentável no sistema de produção de arroz irrigado, estimulando o modo de certificação e rastreabilidade; assegurar o reconhecimento do uso de práticas ambientais e sociais corretas na lavoura de arroz irrigado; reduzir custos agregados ao processo produtivo, melhorando a gestão rural e contribuindo para a valorização do cereal; e impulsionar a produtividade do arroz conforme os princípios de segurança do alimento. Além de premiar as propriedades rurais que estão de acordo com a legislação ambiental e que fazem uso de tecnologias mais limpas.

Para mais informações, acesse o regulamento clicando aqui.

MAIS NOTÍCIAS

ANUNCIE AQUI
ELETRO CLIC
ROGÉRIO CALÇADOS
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA BOM PASTOR
MÁRIO SERRALHEIRO
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
OLIDATA
Tocando agora: Relembre bons momentos