Rural

Selo Ambiental Safra 2019/2020 está com inscrições abertas no Irga

Entre os objetivos do selo está viabilizar o desenvolvimento sustentável no sistema de produção de arroz irrigado
08/11/2019 - 09h01min Governo do Estado Corrigir

Os produtores orizícolas gaúchos já podem se inscrever na edição do Selo Ambiental da Lavoura de Arroz Irrigado do Rio Grande do Sul relativo à safra 2019/2020. O selo é uma iniciativa do Governo do Estado, através do Instituto Rio Grandense do Arroz e da Fundação Irga, em concordância com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural e com apoio da Federarroz. As inscrições ocorrem até o dia 30 de dezembro e devem ser feitas nos Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nates) do Irga de sua região.

"O selo valoriza propriedades que adotam boas práticas agrícolas no manejo da lavoura e os produtores que estão em acordo a legislação ambiental", diz o secretário da Agricultura, Covatti Filho. "Também no sentido de valorizar a cultura, a Secretaria da Agricultura está organizando um programa estadual para alcançar a sustentabilidade econômica do arroz gaúcho", adianta o secretário.

O Selo Ambiental passa por três etapas: habilitação (produtor ou empresa agrícola devidamente, cadastrado no Irga); vistoria técnica e auditoria (avaliação técnica do local e dados informados do empreendimento inscrito) e julgamento (análise e deliberação dos requisitos necessários para obter o selo). A utilização do selo poderá ser feita nas embalagens e notas fiscais do produto, também nas correspondências do produtor ou empresa agrícola durante o período de comercialização da produção da safra correspondente à concessão.

Criado pelo Irga na safra agrícola de 2008/2009, o selo tem por objetivos: viabilizar o desenvolvimento sustentável no sistema de produção de arroz irrigado, estimulando o modo de certificação e rastreabilidade; assegurar o reconhecimento do uso de práticas ambientais e sociais corretas na lavoura de arroz irrigado; reduzir custos agregados ao processo produtivo, melhorando a gestão rural e contribuindo para a valorização do cereal; e impulsionar a produtividade do arroz conforme os princípios de segurança do alimento. Além de premiar as propriedades rurais que estão de acordo com a legislação ambiental e que fazem uso de tecnologias mais limpas.

Para mais informações, acesse o regulamento clicando aqui.

MAIS NOTÍCIAS

ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
Lucas Imobiliária
Petroman
ELETRO CLIC
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA JARDIM
SUPER SÃO JOSÉ
JOMAR GÁS
PEGLOW
FUNERÁRIA BOM PASTOR
SPEED CAR
FORMATTA RH
ROGÉRIO CALÇADOS
OBA OBA
RÁDIO SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +