Educação

Greve de professores tem paralisação parcial de escolas em Camaquã

Veja a situação de cada escola
18/11/2019 - 11h33min Mayara Farias / Blog do Juares Corrigir

A greve do magistério proposta pelo Cpers Sindicato foi aderida por parte dos profissionais, em Camaquã, nesta segunda-feira (18). A medida ocorre em resposta às reformas propostas pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

No município, os profissionais se reúnem para decidir se aderem ou não a paralisação. Até o momento, as escolas Ana César, Carvalho Bastos e Francisco Luís mantêm as atividades normais pela manhã. As instituições ainda não definiram se irão aderir a paralisação no turno da tarde e noite.

As escolas Cônego Luis Walter Hanquet, Manoel da Silva Pacheco e Bernardino de Sena aderiram parcialmente à mobilização. A escola Edson Nunes de Campos aderiu parcialmente e a recomendação é que os alunos entrem em contato com instituição para saber quais profissionais paralisaram.

Não há informações sobre a adesão das escolas Sete de Setembro e 15 de Novembro.

MAIS NOTÍCIAS

SPEED CAR
ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
FORMATTA RH
GRÁFICA.COM
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA JARDIM
RÁDIO SÃO JOSÉ
OLIDATA
PEGLOW
ROGÉRIO CALÇADOS
Petroman
ELETRO CLIC
OBA OBA
Lucas Imobiliária
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ADRIANO CONRADO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +