Polícia

Quadrilha de roubo a banco é alvo de operação em três cidades do RS

No início desta semana, outra operação da polícia civil prendeu dois homens envolvidos no assalto ao Bradesco em Dom Feliciano
21/11/2019 - 13h45min Corrigir

A Polícia Civil deflagrou nesta quinta-feira a operação Herval para capturar os integrantes de uma quadrilha de roubo a banco. A ação resultou no cumprimento de seis mandados de prisão preventiva e de outros 11 mandados de busca e apreensão nas cidades de Rio Grande, Canoas, Jaguarão e Herval. Os policiais civis recolheram três veículos e executaram o bloqueio judicial dos ativos financeiros e cartões de crédito em nome dos investigados.

A quadrilha é responsável por exemplo pelo ataque com explosivo ao Banrisul cometido no final da madrugada do dia 30 de novembro do ano passado na cidade de Herval. Os criminosos chegaram na agência bancária em uma Chevrolet Spin, de cor branca, e detonaram os caixas eletrônicos. Em seguida, o grupo fugiu levando uma pessoa como refém, que depois foi liberada no caminho. O banco ficou parcialmente destruído pela explosão.

Entre os que receberam as ordens de prisão preventiva está o líder da organização criminosa, vulgo Benites, com mais de 49 anos de pena de reclusão, recolhido no sistema carcerário desde que foi detido após ataque também com explosivos ao Banco do Brasil e Banrisul da cidade de Ibirubá no dia 8 fevereiro deste ano. Um outro alvo da ação igualmente encontra-se em um presídio. Os quatro outros criminosos que eram procurados foram localizados e presos.

Prisões de suspeitos de ataque em Dom Feliciano 

No início desta semana, uma outra operação contra assaltantes de bancos havia sido desencadeada no Rio Grande do Sul. A Polícia Federal e a Polícia Civil prenderam mais dois suspeitos de participarem do assalto ao Bradesco de Dom Feliciano, ocorrido na madrugada do dia 6 de julho deste ano. Os criminosos também participaram da tentativa de homicídio contra policiais federais e policiais militares durante a fuga após o ataque. Um veículo, uma espingarda calibre 12 com munição, além de telefones celulares, foram apreendidos na ação realizada em Lajeado. Os agentes cumpriram os dois mandados de prisão preventiva junto com oito mandados de busca na chamada Operação Corisco.

Outro integrante da quadrilha já havia sido preso no dia 4 de setembro passado em Amaral Ferrador durante uma operação integrada da Polícia Federal, Polícia Civil e Brigada Militar. As investigações prosseguem em inquéritos instaurados pela Delegacia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio da Polícia Federal, e pela 1ª Delegacia de Roubo do Departamento Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil para identificar outros envolvidos.

Em 17 de julho, um confronto dos criminosos com policiais federais resultou na morte de duas mulheres e de uma criança, além de um homem, que estavam em um comboio de veículos que furou uma barreira policial em Cristal. O grupo pretendia resgatar os assaltantes refugiados nos matagais após o roubo bancário em Dom Feliciano. A Polícia Federal investigava na região o envolvimento do grupo por assaltos também à Caixa Econômica Federal. A quadrilha estava sediada em Lajeado.

MAIS NOTÍCIAS

ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
GRÁFICA.COM
Petroman
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA JARDIM
TRIUNFO PESQUISAS
JOMAR GÁS
PEGLOW
ELETRO CLIC
JENIFER
RÁDIO SÃO JOSÉ
ADRIANO CONRADO
ART MÓVEIS
ALEXANDRE AR CONDICIONADO
FUNERÁRIA BOM PASTOR
OLIDATA
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +