Política

Bolsonaro cita canal aberto e afirma que pode falar com Trump sobre tarifas

Presidente norte-americano disse que irá taxar aço e alumínio do Brasil e da Argentina
02/12/2019 - 09h49min Corrigir

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira, 2, que, "se for o caso", conversará com o presidente dos EUA, Donald Trump, sobre o anúncio feito pelo norte-americano, de aumentar tarifas sobre aço e alumínio de Brasil e Argentina como forma de compensar a desvalorização da moeda destes países. A medida foi anunciada mais cedo por Trump no Twitter. "Vou conversar com Paulo Guedes. Se for o caso ligo para o Trump. Tenho um canal aberto com ele", disse Bolsonaro. "Converso com Paulo Guedes e depois dou a resposta. Para não ter de recuar, tá ok?", completou Bolsonaro.

Veja também: Mulher é assaltada no centro de Camaquã

A proximidade com Trump é frequentemente apontada pelo governo brasileiro como uma conquista da gestão Bolsonaro. Em uma publicação no Twitter, no entanto, o presidente Trump afirmou que Brasil e Argentina têm desvalorizado as próprias moedas e, por conta disso, anunciou que vai retomar tarifas sobre aço e alumínio provenientes dos dois países da América do Sul.

"A desvalorização não é boa para os nossos fazendeiros", disse o chefe da Casa Branca, acrescentando que o que vem acontecendo com as moedas locais frente ao dólar causa dificuldades para as exportações americanas. "O Fed (Federal Reserve, o banco central americano) precisa agir para que países não tirem vantagem de nosso dólar forte", completou. De acordo com a publicação, os efeitos da medida anunciada são imediatos.

MAIS NOTÍCIAS

ART MÓVEIS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
OLIDATA
RESTAURANTE COME COME
PADARIA ESTRELA
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ROGÉRIO CALÇADOS
ELETRO CLIC
RÁDIO SÃO JOSÉ
ADRIANO CONRADO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +