Educação

Mais de dois terços dos estudantes brasileiros de 15 anos têm um nível de aprendizado em matemática menor do que o básico

O nível 2, considerado o básico, é atingido a partir da nota 420,07 no Pisa
03/12/2019 - 09h03min O Sul Corrigir

Mais de dois terços dos estudantes brasileiros de 15 anos têm um nível de aprendizado em matemática mais baixo do que o considerado “básico” pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico). Os dados são da edição 2018 do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês), divulgados nesta terça-feira (03).

O nível 2, considerado o básico, é atingido a partir da nota 420,07 no Pisa. Já para entrar nos níveis considerados de alto desempenho (5 e 6), é preciso ter uma nota acima de 606,99.

Levando em conta essas notas, o Brasil teve 43,2% de participantes demonstrando um aprendizado abaixo do nível 2 em todas as três provas, enquanto apenas 2,5% ficaram no nível 5 ou 6 em leitura, matemática e ciências. Na média da OCDE, essas porcentagens são de 13,4% e 15,7%, respectivamente.

A OCDE apontou, em sua análise específica sobre o Brasil, uma série de indícios de desigualdade de condições para a aprendizagem considerando as diferentes escolas e regiões onde estudam os brasileiros, além de diferenças relacionadas ao gênero de cada um e nível socioeconômico das famílias.

Entre as regiões brasileiras, Sul e Nordeste tiveram, respectivamente, as maiores e menores médias nas três provas, embora as diferenças entre elas (de 43 pontos em leitura, 38 em matemática e 36 em ciências) não sejam estatisticamente relevantes, segundo os critérios da própria OCDE.

MAIS NOTÍCIAS

ELETRO CLIC
MIX BEBIDAS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
LAVAGEM FERNANDES
ROGÉRIO CALÇADOS
OLIDATA
ADRIANO CONRADO
ART MÓVEIS
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RÁDIO SÃO JOSÉ
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +