Saúde

3° Dezembro Vermelho ocorre em todo o Brasil para conscientizar sobre prevenção à AIDS

A campanha foi instituída pela Lei Federal nº 13.504/2017 e abrange todo o país
04/12/2019 - 14h27min Ascom PM Camaquã Corrigir

O mês de dezembro é marcado por uma grande mobilização nacional, a ser realizada todos os meses de dezembro, sobre prevenção ao HIV, AIDS e outras IST. Batizado de Dezembro Vermelho, e realizado pela segunda terceira vez no Brasil, a ação tem o intuito de chamar atenção para as medidas de prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas vivendo com HIV. A escolha do mês foi em função do Dia Mundial Contra a AIDS, celebrado no mundo inteiro em 1º de dezembro.

O Brasil tem hoje uma das maiores coberturas de tratamento antirretroviral (TARV) entre os países de baixa e média renda, com mais da metade, 64% das pessoas vivendo com HIV, recebendo tratamento, segundo os dados do Boletim Epidemiológico 2016 do Ministério da Saúde. Em 2016, a média global para este segundo pilar das metas de tratamento foi de 53%.

 

Quando foi criado o Dezembro Vermelho?

A Lei Federal nº 13.504, que instituiu a campanha nacional de prevenção ao HIV/AIDS e outras infecções sexualmente transmissíveis, denominada Dezembro Vermelho, foi publicada no Diário Oficial em novembro de 2017 e tem programado um conjunto de atividades e mobilizações realizadas em parcerias entre o poder público, sociedade civil e organismos internacionais em todas as regiões do Brasil.

A agenda de atividades prevê a iluminação de prédios públicos de vermelho, já tradicional nas campanhas de mobilização em âmbito nacional, estadual e municipal, palestras e atividades educativas, bem como a veiculação de campanhas de conscientização em diversas mídias.

Segundo Georgiana Braga-Orillard, Diretora do UNAIDS no Brasil, “A aprovação do Dezembro Vermelho foi um passo importante para que as atividades sejam feitas no Brasil todo, por várias instituições e também para que se possa ir além de uma data única e fazer com que esse debate siga vivo na sociedade por mais tempo.”

 

Tratamento gratuito

O Brasil distribui gratuitamente os medicamentos a todas as pessoas vivendo com HIV que necessitam de tratamento.

 

Assim ocorre contaminação:

 Sexo vaginal sem camisinha;

 Sexo anal sem camisinha;

 Sexo oral sem camisinha;

 Uso de seringa por mais de uma pessoa;

 Transfusão de sangue contaminado;

 Da mãe infectada para seu filho durante a gravidez, no parto e na amamentação;

 Instrumentos que furam ou cortam não esterilizados.

 

Assim não ocorre contaminação:

 Sexo desde que se use corretamente a camisinha;

 Masturbação a dois;

 Beijo no rosto ou na boca;

 Suor e lágrima;

 Picada de inseto;

 Aperto de mão ou abraço;

 Sabonete/toalha/lençóis;

 Talheres/copos;

 Assento de ônibus;

 Piscina;

 Banheiro;

 Doação de sangue;

 Pelo ar.

 

Procure uma unidade de saúde e faça o teste.

É rápido, seguro, sigiloso e gratuito.

MAIS NOTÍCIAS

PADARIA ESTRELA
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RÁDIO SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
ROGÉRIO CALÇADOS
RESTAURANTE COME COME
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ART MÓVEIS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +