Geral

Esposas de policiais da Brigada Militar iniciam mobilização em frente a quartéis

Integrantes da AESPPOM passaram a tarde reunidas em frente ao 9º BPM
11/12/2019 - 17h19min Corrigir

Esposas de policiais militares passaram a tarde desta quarta-feira em frente ao 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), em Porto Alegre, em protesto contra o pacote do governo de Eduardo Leite, que prevê mudanças nas carreiras e na previdência dos servidores públicos estaduais. Durante a manifestação, não houve bloqueio de entrada e saída de viaturas do quartel, situado na Avenida Praia de Belas. "Foi tudo tranquilo, pacífico", relata o comandante da unidade, tenente-coronel Luciano Moritz, que até ofereceu água aos manifestantes por causa do forte calor. "É um grito de alerta, para mostrar a questão à população e que a família está ao lado dos brigadianos", explica a presidente da Associação Recreativa Cultural Beneficente das Esposas dos Policiais Militares e Policiais Femininas de Nível Médio do RS (AESPPOM), Claudete Valau.

Conforme Claudete, os policiais militares gaúchos não podem fazer greve. "Mas eu falei para o Luciano, que se eles não podem fazer greve, nós vamos trancar os portões", ameaçou a presidente, que pretende que a entidade faça isso na segunda-feira, dia 16. "Até lá, nós vamos ficar cada dia em frente a um quartel. Nesta quinta-feira nosso destino provavelmente será o 11º BPM", adianta.

Na terça-feira, policiais civis decidiram pela greve, que só ocorrerá se o projeto entrar na pauta, e fizeram uma caminhada desde o Palácio da Polícia até o Piratini. A previsão inicial é de que o conjunto de propostas do Executivo seja apreciado a partir do dia 17 e dure três dias. A partir de então começa a trancar a pauta da Assembleia Legislativa.

MAIS NOTÍCIAS

RESTAURANTE COME COME
ROGÉRIO CALÇADOS
ADRIANO CONRADO
SUPER SÃO JOSÉ
PADARIA ESTRELA
ART MÓVEIS
ELETRO CLIC
OLIDATA
RÁDIO SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +