Polícia

Latrocínios crescem quatro vezes no RS em novembro na comparação com o mês anterior

Estado teve oito vítimas de roubo seguido de morte em novembro deste ano. Em outubro, foram duas. Dados foram divulgados nesta quinta-feira (12) pela Secretaria de Segurança Pública
12/12/2019 - 14h13min Corrigir

O Rio Grande do Sul registrou oito vítimas de latrocínio, que é o roubo seguido de morte, em novembro de 2019. Na comparação com o mês anterior, quando duas pessoas foram vítimas deste crime, o aumento é de 300%. Os dados foram divulgados na manhã desta quinta-feira (12) em relatório da Secretaria da Segurança Pública.

O número de vítimas no estado é o mesmo registrado em novembro de 2018. No acumulado do ano, de janeiro a novembro, os casos de mortes por latrocínio caíram de 83, em 2018, para 65, este ano. A queda é registrada, neste mesmo período, nos últimos quatro anos.

De acordo com a secretaria, o número atual é o menor desde 2009, quando houve 57 ocorrências.

Um dos casos de latrocínio registrados em novembro é o da jovem morta com um tiro na cabeça durante um assalto na Cidade Baixa, em Porto Alegre, no dia 18. Nathana Stephany Marques Gay, de 23 anos, morava a duas quadras de onde o crime aconteceu. Naquela noite, ela voltava para casa acompanhada de duas amigas. Elas caminhavam pela Rua República, próximo da Rua Lima e Silva, quando foram abordadas por um homem armado que tentou levar os celulares das três.

Em Porto Alegre, na comparação entre os meses janeiro até novembro, o total de ocorrências de latrocínio caiu de 13, em 2018, para 10, este ano. Em novembro, a Capital registrou três vítimas deste crime.

Homicídios

Os dados divulgados pela Segurança Pública mostram que os casos de homicídio tiveram aumento de 4,1% no estado. Foram registradas 126 mortes em novembro, contra 121 no mês anterior. Nos últimos 11 meses, foram 1.616 assassinatos, enquanto no ano anterior, no mesmo período, foram mortas 2.191 pessoas.

Em Porto Alegre, o acumulado de vítimas de homicídio desde janeiro foi de 279, uma queda de 44% frente as 498 registradas no mesmo intervalo do ano anterior. Considerando apenas novembro, o número caiu de 29, em 2018, para 18, no mês passado.

Ataques a banco

Entre os indicadores monitorados pela SSP, a maior queda ocorreu nos ataques a estabelecimentos bancários. Entre janeiro e novembro, foram registradas 101 casos de furtos e roubos a banco no estado, o que representa 43,6% menos do que as 179 do mesmo período em 2018.

Na Capital, na mesma comparação, foram seis casos a menos (-27,3%): de 22 para 16 casos.

Roubos de veículos

O roubo de veículo em novembro manteve a tendência de queda, segundo a SSP. No acumulado desde janeiro, comparado com igual período de 2018, a queda chegou a 31,9%. Foram 10.302 ocorrências neste ano frente aos 15.124 casos em 2018.

Na Capital, a queda de ocorrências de roubos de veículos foi de 43%, no acumulado dos 11 meses do ano. Em 2019, foram 4.428 casos contra 7.767 registrados no ano anterior no mesmo período.

MAIS NOTÍCIAS

ELETRO CLIC
OLIDATA
SPEED CAR
Petroman
JENIFER
GRÁFICA.COM
JOMAR GÁS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ROGÉRIO CALÇADOS
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA JARDIM
Lucas Imobiliária
RÁDIO SÃO JOSÉ
PEGLOW
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ART MÓVEIS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +