Mundo

Aviação Civil iraniana nega míssil contra Boeing ucraniano

Queda de Boeing 737 matou 176 pessoas no Irã
10/01/2020 - 08h11min Corrigir

As autoridades iranianas garantiram nesta sexta-feira ter certeza de que o Boeing ucraniano que caiu na quarta perto de Teerã "não foi alcançado por um míssil". "Uma coisa é certa: este avião não foi alcançado por um míssil", declarou o presidente da Organização da Aviação Civil iraniana (CAO), Ali Abedzadeh, em entrevista coletiva em Teerã. 

Abedzadeh comentou ainda que as informações das caixas-pretas serão cruciais para o andamento da investigação. O voo PS752 da companhia Ukraine Airlines International caiu na quarta-feira de manhã minutos depois de decolar do aeroporto de Teerã. Morreram as 176 pessoas a bordo do Boeing 737. 

Autoridades do Reino Unido e do Canadá afirmaram que o avião havia sido, "sem dúvida", alcançado por um míssil iraniano de maneira não intencional. Vídeos que apoiam esta hipótese circulam desde essa quinta-feira nas redes sociais. "Vimos alguns vídeos", disse Abedzadeh. "Confirmamos que o avião esteve em chamas 60, ou 70 segundos (...), mas dizer que foi alcançado por algo não tem qualquer base científica", acrescentou o responsável da CAO.

MAIS NOTÍCIAS

RESTAURANTE COME COME
PADARIA ESTRELA
ART MÓVEIS
OLIDATA
RÁDIO SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ADRIANO CONRADO
ROGÉRIO CALÇADOS
SUPER SÃO JOSÉ
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +