Mundo

Estados Unidos têm primeiro caso de infecção por coronavírus chinês

The New York Times afirma que trata-se de um homem no estado de Washington, que viajou a Wuhan, o epicentro da crise
21/01/2020 - 16h34min Corrigir

Veículos de comunicação dos Estados Unidos revelaram nesta terça-feira o primeiro caso de uma pessoa infectada pelo coronavírus no país. Conforme o The New York Times, o homem é um morador do condado de Snohomish, no estado de Washington, que teve sintomas após retornar de uma viagem à região em torno de Wuhan, na China, onde o surto começou – até agora, são mais de 300 infectados e seis mortos. Ele foi hospitalizado no Providence Regional Medical Center, em Everett, com pneumonia na semana passada e a infecção foi confirmada na segunda-feira à tarde.

As autoridades locais se recusaram a identificar o paciente de 30 anos, que se dizia estar bastante doente. As notícias do primeiro caso nos Estados Unidos vêm em meio a crescentes evidências de que o vírus se espalha de pessoa para pessoa, embora não esteja claro com que facilidade. De acordo com a CNN, o Centro dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) deve fazer um anúncio formal do diangnóstico ainda nesta terça.

No dia 17 de janeiro, o Centro havia afirmado que, "com base nas informações atuais, o risco de 2019-nCoV para o público americano é atualmente considerado baixo". No entanto, anunciou que está tomando precauções proativas, como uma revista em passageiros que viajam para os Estados Unidos em voos diretos ou com conexão a partir de Wuhan, China. As autoridades estão avalai apenas os passageiros no Aeroporto Internacional de São Francisco, no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova Iorque, e no Aeroporto Internacional de Los Angeles, porque recebem o maior número de viajantes. Esta é primeira triagem desde o surto de Ebola, em 2014.

O novo vírus chinês

O surto, que começou no mercado de frutos do mar e aves em Wuhan, uma cidade de 11 milhões de habitantes, está se espalhando: pacientes foram identificados em Pequim, Xangai e Shenzhen, além de Taiwan, Japão, Tailândia e Coreia do Sul. A Organização Mundial da Saúde se reunirá amanhã para decidir se declarará o surto uma emergência internacional de saúde pública. As informações sobre o novo vírus ainda são escassas.

Até o momento, se sabe que os coronavírus fazem parte de uma família de vírus que variam do resfriado comum a doenças respiratórias graves, de acordo com o CDC. Esse tipo específico do vírus causa um tipo de pneumonia e acredita-se que se espalhe dos animais para os seres humanos e através do contato direto: muitos pacientes tiveram contato com animais no mercado na China,  causando a crença de que o vírus inicialmente se espalhou de animais para pessoas. Contudo, alguns pacientes não tiveram nenhuma exposição ao mercado de animais, o que, segundo o CDC, indica que o vírus também está se espalhando por contato humano.

MAIS NOTÍCIAS

ADRIANO CONRADO
PEGLOW
Petroman
FUNERÁRIA BOM PASTOR
FUNERÁRIA JARDIM
RÁDIO SÃO JOSÉ
SPEED CAR
JENIFER
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ART MÓVEIS
GRÁFICA.COM
OLIDATA
TRIUNFO PESQUISAS
ALEXANDRE AR CONDICIONADO
SUPER SÃO JOSÉ
ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +