Esportes

Inter vence Gre-Nal nos pênaltis e conquista a Copa São Paulo

Colorado bateu o Grêmio por 3 a 1 nas cobranças após empate em 1 a 1 no tempo normal
25/01/2020 - 16h46min Corrigir

O Inter conquistou no começo da tarde deste sábado a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020. Em um Gre-Nal inédito na decisão, o Colorado foi melhor do que o Grêmio na cobrança de penalidades ao fazer 3 a 1 depois do empate em 1 a 1 no tempo normal. Este é o quinto título do Inter na história da competição. 

Inter domina, mas Grêmio segura o empate 

O aniversário é de São Paulo, mas os gaúchos são os protagonistas da festa. Nos primeiros 45 minutos do Gre-Nal que decidiu a Copa São Paulo de Futebol Júnior, Grêmio e Inter fizeram um bom espetáculo, com boas chances para cada lado. Apesar da rivalidade, o jogo foi leal, com poucas faltas. 

O Grêmio foi quem começou melhor a partida, investindo na velocidade de Rildo, Elias e Diego Rosa. Com ocupação do campo do adversário, o Tricolor chegou a sufocar o Inter à procura do primeiro gol. O tento, no entanto, não veio. Aos seis minutos, Elias recebeu um lançamento em profundidade. Ele ganhou da zaga colorada num primeiro momento, mas quando se preparava para o chute, Thiago Barbosa chegou para intervir. 

Dois minutos depois, o Grêmio chegou mais uma vez. Matheus Nunes levou o Tricolor para o campo de ataque e fez um cruzamento perigoso. No entanto, nenhum gremista soube aproveitar o lance. 

O Grêmio era quem dominava as ações e se não dava para chegar com tabelamentos, a saída era tentar de fora da área. Foi o que Rildo fez. Aos nove minutos, o camisa 11 arriscou um arremate à meia altura e obrigou o goleiro Emerson a fazer uma defesa em dois tempos. 

O Inter foi conseguir a sua primeira chegada aos 12, após uma inocente cobrança de lateral. Matheus Monteiro recebeu a bola dentro da área e conseguiu o cruzamento para a segunda trave. Lá estava Guilherme Pato que, mesmo baixinho, conseguiu o cabeceio. Atento, Adriel fez a defesa. 

Aos poucos, o Inter foi encaixando a marcação e melhorando no jogo. O Grêmio, por sua vez, foi perdendo a ideia de jogo, com seus jogadores cada vez mais reféns do sistema defensivo colorado. Neste panorama, o Colorado passou a tocar mais a bola e a ter mais presença no campo do adversário. Retraído, o Grêmio decidiu aceitar o domínio do adversário e esperar por uma brecha para um contra-ataque. 

Aos 18 minutos, o Inter construiu a sua melhor oportunidade. Caio foi lançado em alta velocidade. Ele ganhou de Calegari e tentou encobrir Adriel. A bola, porém, ganhou muita altura e foi para fora. Onze minutos depois, o Grêmio deu a resposta. Em uma cochilada da zaga do Inter, o Fabrício roubou a bola na linha de fundo e entregou ela para Rildo. O camisa 11 bateu firme, mas foi abafado por Thiago Barbosa. 

A partir daí, o jogo voltou a ficar parelho, com as duas equipes tentando abrir o placar. O escore, no entantao, ficou fechado até o fim do primeiro tempo. 

Grêmio sai na frente, mas Inter empata 

As grandes emoções do jogo ficaram para o segundo tempo, assim como os gols. Depois de terminar a primeira etapa em um momento não tão bom, o Grêmio veio para cima do Inter e conseguiu seu gol aos 8 minutos. Após boa jogada de Fabrício pela esquerda, o centroavante buscou o cruzamento. A bola desviou em Thiago Barbosa, enganou o goleiro Emerson Júnior e morreu no fundo das redes. Grêmio 1 a 0. 

O gol do Grêmio, no entanto, veio com uma perda. Na comemoração, o zagueiro Calegari subiu o alambrado e acabou ganhando o segundo cartão amarelo e em seguida o vermelho. Com um homem a menos, o Tricolor passou a ser pressionado e sucumbiu aos 12 minutos, com o empate do Inter. Em grande jogada pela esquerda, Matheus Monteiro cruzou forte. Caio cabeceou, mas a bola se ofereceu para Guilherme Pato, que empurrou para as redes, fazendo 1 a 1. 

O Colorado decidiu ir para cima e garantir a virada ainda no tempo normal. Aos 17 minutos, o volante Praxedes, em cobrança de falta, colocou a bola no travessão. O Grêmio surpreendeu pela postura ao não recuar totalmente no campo de defesa. Elias e Diego Rosa foram os principais artífices das jogadas de contra-ataque que quase redundaram em gol. 

Aos 22 minutos, o Grêmio mostrou que estava vivo no jogo. Elias carregou a bola sozinho desde o meio-campo e foi para cima de Thiago Barbosa. O atacante fez o drible e bateu forte para a grande defesa de Emerson Júnior. 

O Inter seguiu pressionando, mas tinha dificuldades em se aproximar do gol gremista. As jogadas eram realizadas principalmente pelos flancos, mas sempre um pé salvador impedia virada. Quando isso não ocorria, era o goleiro Adriel que fazia diferença em favor do Grêmio. 

Apesar disso, aos 46 minutos, quase que o Grêmio fez história ao desempatar o Gre-Nal. Elias fez grande jogada pela direita e lançou Diego Rosa dentro da área. Sem marcação, o atacante concluiu de chapa e a bola foi para fora. Este foi o último lance do tempo normal antes da cobrança de penalidades.

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2020 - Final 

Inter 1 (3)
Émerson Jr; Lucas Mazetti, Tiago Barbosa, Carlos Eduardo e Leonardo; Murilo; Pato, Praxedes e Cesinha; Matheus Monteiro e Caio. Técnico: Fábio Matias. 

Grêmio 1 (1)
Adriel; Luís Fernando, Calegari, Heitor e Matheus Nunes; Diego Rosa e Gazão; Rildo, Pedro Lucas e Elias; Fabrício. Técnico: Leonardo Muller. 

Gols: Thiago Barbosa, contra, aos 9/2T; Guilherme Pato, aos 12/2T. 

Local: Pacaembu, São Paulo. 

MAIS NOTÍCIAS

ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RÁDIO SÃO JOSÉ
ROGÉRIO CALÇADOS
ADRIANO CONRADO
PADARIA ESTRELA
ELETRO CLIC
SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
RESTAURANTE COME COME
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +