Política

Autonomia do BC aumenta chances de inflação baixa, diz Campos Neto

Projeto de autonomia do Banco Central tramita no Congresso
18/02/2020 - 14h51min Corrigir

A autonomia dos bancos centrais aumenta em 50% as chances de um país ter inflação baixa, sem prejuízo para a atividade econômica, disse hoje (18) o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, em reunião com a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). O projeto de autonomia do BC está em tramitação no Congresso Nacional.

Campos Neto disse que há consenso entre pesquisadores sobre a relação entre autonomia e inflação baixa, segundo informou o Banco Central por meio de nota. A reunião foi fechada à imprensa.

O presidente do BC argumentou que a autonomia reduz a instabilidade econômica em períodos de transição de governo, permite juros menores e maior estabilidade monetária e financeira, além de estar alinhada às melhores práticas internacionais.

Campos Neto defendeu ainda que a autonomia permitirá ao BC buscar seus objetivos, estabelecidos em lei e pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de maneira técnica, objetiva e imparcial.

O projeto de autonomia do BC prevê mandatos para o presidente e diretores e a autarquia deixará de ser vinculada ao Ministério da Economia.

Ainda hoje (18), o presidente do BC se reúne com a bancada federal do DEM

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
FICA EM CASA
ART MÓVEIS
OLIDATA
GRÁFICA.COM
FUNERÁRIA BOM PASTOR
JENIFER
Petroman
ELETRO CLIC
ROGÉRIO CALÇADOS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ADRIANO CONRADO
RÁDIO SÃO JOSÉ
SPEED CAR
ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +