Geral

Feriado de Carnaval registra pelo menos 20 mortes no trânsito gaúcho

Caso mais grave aconteceu na segunda-feira, quando seis pessoas morreram na ERS 287, em Taquaru
26/02/2020 - 14h11min Corrigir

Pelo menos 20 pessoas perderam a vida no trânsito gaúcho durante o feriado de Carnaval. As mortes se concentram nas estradas estaduais, que tiveram 11 mortes desde a madrugada de sexta-feira. O Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgarão o balanço completo das ocorrências nas estradas na quinta-feira à tarde. 

O caso mais grave aconteceu na segunda-feira, dia 24, quando seis pessoas morreram em uma colisão entre um Gol, com placas de São Leopoldo, e uma caminhonete Fiat Toro. O acidente aconteceu na ERS 287 em Taquari, no Vale do Taquari. Os dois veículos colidiram frontalmente, matando na hora quatro pessoas, entre elas uma criança. Mais duas pessoas chegaram a ser encaminhadas a um hospital da região, mas não resistiram aos ferimentos. Outros quatro ocupantes dos veículos ficaram feridos.

Além dos casos nas rodovias, o levantamento feito pelo Correio do Povo leva em conta também três acidentes fatais que aconteceram dentro das cidades. Mauro Angelino Machado, 19 anos, morreu no sábado, 22 de fevereiro no interior, de Roca Sales, também no Vale do Taquari. No mesmo dia um casal morreu na cidade de Cachoeira do Sul, na região Central do Estado. Adão Caetano Barreto e Marlene Gomes da Silva, de 58 anos, estavam em uma moto quando colidiram com o carro modelo Gol. No domingo um homem foi atropelado na cidade de Sapiranga.

Já nas estradas federais, o levantamento parcial da PRF aponta que seis pessoas perderam a vida durante o feriado. O primeiro acidente fatal foi registrado em Canoas, na região Metropolitana, ainda na tarde de sexta-feira, quando um motorista de 76 anos saiu da pista no quilômetro 269 da BR 116. A última ocorrência registrada pela PRF foi um atropelamento no quilômetro 676 da  BR 471, em Pelotas, região Sul do Estado. Um pedestre foi atropelado quando tentava atravessar a rodovia e morreu no local. Porém, o órgão contabiliza apenas as mortes na estrada e não vítimas que venham a falecer no hospital.

Ainda sem o balanço oficial, o número de acidentes fatais tem se mostrado menor do que em 2019. No Carnaval do ano passado, 33 pessoas morreram, apenas nas estradas, durante os seis dias de Operação Viagem Segura, que reúne as polícias rodoviárias e o Detran.

MAIS NOTÍCIAS

GRÁFICA.COM
Petroman
OLIDATA
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FICA EM CASA
ADRIANO CONRADO
ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
ELETRO CLIC
JENIFER
SUPER SÃO JOSÉ
ART MÓVEIS
ROGÉRIO CALÇADOS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
RÁDIO SÃO JOSÉ
SPEED CAR
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +