Polícia

Operação Três Fazendas prende parte da quadrilha de abigeatários que atuava em Cristal, São Lourenço do Sul e região da Campanha

A ação foi deflagrada na manhã de hoje (28) pela Polícia Civil e Decrab de Bagé, contando com o apoio, também, da Decrab de Camaquã
28/02/2020 - 10h57min Atualizada em 28/02/2020 - 19h30min Corrigir

A Delegacia Especializada no Combate aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab) do município de Bagé, na região da Campanha, junto à Polícia Civil, cumpriu a operação Três Fazendas na manhã desta sexta-feira (28). O intuito da ação era prender uma quadrilha de abigeatários que estava atuando no furto de bovinos e ovinos nos municípios de Pinheiro Machado, Candiota e Pedras Altas, também na Campanha.

As investigações, segundo a polícia, começaram no fim do ano passado. A guarnição efetuou oito mandados de busca e apreensão nesses municípios e, também, em Cristal São Lourenço do Sul. Três pessoas foram presas e, junto delas, apreendidas quatro armas de fogo, munições e insumos, entorpecentes, além de 91 animais bovinos, sendo cinco deles furtados em Pinheiro Machado, 10 bubalinos e 10 ovinos de procedência suspeita.

De acordo com o delegado André de Matos Mendes, responsável pela operação, os criminosos atuam tanto na modalidade de carneada quanto de furto de gado em pé. Inicialmente, os animais seriam carregados para prioridade rurais localizadas em Cristal, Pedras Altas e Candiota. Eles ficavam nessas fazendas por alguns dias e, posteriormente, eram abatidos. Ao todo, foram 335 bovinos inspecionados nas três fazendas suspeitas de serem os locais utilizados pelo bando como armazém do crime.

Um fato crucial que veio a fortalecer as investigações da polícia neste complexo esquema criminoso em prol do abigeato foi que um dos suspeitos perdeu uma foto dele enquanto realizava o abate de sete ovinos em Pinheiro Machado.

A operação teve o apoio da Secretaria de Agricultura do RS, Decrab e Delegacia Regional de Polícia de Camaquã, Delegacia de Polícia de São Lourenço do Sul, equipe de reforço da Operação Fronteira da Polícia Civil, Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Bagé, Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Bagé, Delegacia de Polícia de Pinheiro Machado e da 9° Delegacia Regional de Polícia de Bagé.

Atuaram na ação 32 policiais civis e seis fiscais da Secretaria de Agricultura. A ação foi batizada com esse nome pelo fato de serem três as fazendas suspeitas de receberem os animais furtados.

Com informações Jornal Folha do Sul e Jornal Tribuna do Pampa

MAIS NOTÍCIAS

ADRIANO CONRADO
ROGÉRIO CALÇADOS
SPEED CAR
Petroman
FUNERÁRIA BOM PASTOR
RÁDIO SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ART MÓVEIS
SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
GRÁFICA.COM
ELETRO CLIC
JENIFER
FICA EM CASA
ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +