Polícia

IGP identifica os sete suspeitos mortos durante tentativa de assalto a bancos em cidade do RS

Ação aconteceu na sexta-feira (6) no Banco do Brasil e na agência do Sicredi. Grupo entrou em confronto com a Brigada Militar
09/03/2020 - 16h02min Corrigir

O Instituto Geral de Perícias (IGP) confirmou a identidade dos sete suspeitos mortos durante tentativa de assalto a bancos, em Paraí, na Serra. A ação aconteceu na madrugada de sexta (6).

Os corpos dos sete mortos foram identificados como:

 

  • Emerson Chagas Fernandes
  • Jonatan de Souza Dutra
  • Flávio Alessandro Graminha de Freitas
  • Emanuel Terra dos Santos
  • Jorge Luis dos Santos Rosa Jr.
  • Eroni Francisco Tauchen Lourenço
  • Leonardo Pereira da Silva

 

O IGP não informou as idades das vítimas.

Segundo a Brigada Militar, eles estavam armados com quatro espingardas calibre 12, uma metralhadora e duas pistolas. No momento do confronto, três suspeitos estavam dentro do Banco do Brasil e outros quatro próximo ao Sicredi. As agências ficam a 110 metros de distância uma da outra. Nenhum policial ficou ferido.

O delegado do caso, José Paulo de Abreu, informou ao G1 que ainda não teve acesso às identificações na tarde desta segunda-feira (9), e que só tem informações preliminares sobre os suspeitos. A polícia segue as investigações do caso para apurar o possível envolvimento de outras pessoas que financiaram a ação.

 

O ataque

 

A polícia monitorava o grupo. As câmeras instaladas pela prefeitura na entrada da cidade ajudaram no monitoramento. Eles estavam em dois carros com placas de Porto Alegre. De acordo com a BM, um dos veículos havia sido roubado no dia 20 de fevereiro bairro Vila Jardim na capital e estava e tinha as placas clonadas.

 

Segundo o Comandante Geral da BM, coronel Rodrigo Mohr Picon, os homens começaram o confronto ao verem as equipes da polícia chegando.

"A polícia tinha informações através do trabalho de inteligência e tinha a área toda mobilizada de efetivo a partir dessas informações. Participaram o 4º batalhão de Caxias, a força tática do 3º batalhão de áreas turísticas de Bento Gonçalves e mais a área de inteligência do comando Serra", disse.

Alguns suspeitos estavam com touca ninja e três vestiam moletons com a identificação da Polícia Civil.

MAIS NOTÍCIAS

GRÁFICA.COM
ROGÉRIO CALÇADOS
BRICK DO TOMAZ
RÁDIO SÃO JOSÉ
ART MÓVEIS
ADRIANO CONRADO
GRUPO WHATSAPP
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
SUPER SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
Petroman
OLIDATA
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +