Geral

Polícia Civil realiza trabalho de conscientização para os perigos de contágio do coronavírus em Camaquã

Dupla de agentes está realizando patrulhamento ostensivo em uma viatura oficial em todos os bairros da cidade
24/03/2020 - 18h45min Corrigir

A Polícia Civil, através da Decrab Camaquã está realizando um serviço buscando conscientizar a população camaquense para os perigos de contágio do coronavírus e das medidas referentes aos decretos estaduais e municipais.

Uma dupla de agentes está realizando patrulhamento ostensivo em uma viatura oficial da Polícia Civil (preta e branca) em todos os bairros de Camaquã, abordando as pessoas que encontram-se em via pública e orientando que permaneçam em suas casas e que somente deixem a segurança de seus lares, para fazer aquelas tarefas que realmente são necessárias e, se possível, que busquem pelos serviços de tele-entrega, minimizando desta forma o tempo que ficam expostos estando na rua ou em contato com outras pessoas.

Já neste segundo dia, em que o serviço está sendo realizado, os agentes da Decrab constataram que a grande maioria da população está obedecendo as determinações, ficando em suas casas, sendo as poucas pessoas que são vistas nas ruas, porém a grande maioria dos abordados são idosos em grupos de quatro, cinco e até seis pessoas, muito próximas umas das outras em rodas de conversas, que nem sempre acatam as orientações.

Outros grupos são de jovens, que na maioria não concordam com as orientações recebidas, mas acabam indo embora, porém logo que a viatura se afasta, passados alguns minutos eles voltam a se reunir.

O serviço que está sendo realizado pela Polícia Civil nem sempre é compreendido pela população, haja vista o número de críticas nas redes sociais contrárias a este serviço que a polícia vem prestando para a sociedade camaquense. Quando medidas restritivas são tomadas, geram desconforto por termos nossos direitos cerceados, mas nesse momento são medidas extremamente necessárias em virtude desta pandemia do coronavírus, que mata com uma letalidade jamais vista.

Desta forma, convém salientar que a Polícia Civil quando restringe os registros de ocorrência, não está preocupada apenas com seus agentes, mas sim com a população, impedindo que o vírus atinja aqueles que buscam por um registro. Normalmente, Camaquã registra 40 ocorrências diárias, cada pessoa costuma ir acompanhada por um ou duas pessoas, em se tratando de flagrante, soma mais os policiais militares, os acusados, as vítimas, os familiares dos acusados e das vítimas, os advogados, numa média que varia de oito até 15 pessoas no plantão da DPPA. No final de um plantão de 24 horas, cerca de 150 pessoas passam pela DPPA Camaquã, vindas de toda a região, que vai de Amaral ferrador até Barra do Ribeiro.

Portanto, restringindo os registros, diminuímos ao máximo a circulação de pessoas e consequentemente as possibilidades de contaminação.

Da mesma forma, quando os agentes da Decrab abordam as pessoas, orientam para a gravidade do fato, dos cuidados a serem tomados e que a melhor coisa é ficar em casa, estão preocupados com a população. Os agentes não podem ficar em casa, estão diariamente nas ruas, abordando pessoas, atendendo nos plantões, fazendo sua parte para garantir que o coronavírus não atinja a população camaquense, mas cabe a cada um, faze sua parte. Fiquem em Casa!

Com informações da Polícia Civil

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RÁDIO SÃO JOSÉ
ROGÉRIO CALÇADOS
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ELETRO CLIC
GRUPO WHATSAPP
ADRIANO CONRADO
BRICK DO TOMAZ
ART MÓVEIS
GRÁFICA.COM
OLIDATA
Petroman
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +