Esportes

Jogadores do Grêmio aceitam antecipar férias, mas exigem pagamento de acordo com a lei

Tricolor quer dar férias coletivas para todo o clube a partir do dia 1º, mas terá dificuldades para pagar os funcionários
26/03/2020 - 13h54min Corrigir

As negociações entre a direção do Grêmio e o grupo de jogadores segue durante o período de paralisação do futebol em razão da pandemia da Covid-19 para evitar uma deterioração das contas do clube. Segundo informações do repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba, os atletas aceitam uma antecipação das férias, mas exigem o pagamento integral conforme a lei e o depósito do 1/3 constitucional até o dia 1º de maio.

A proposta do Grêmio oferecida aos representantes do grupo foi de pagamento parcelado e o 1/3 sendo quitado em dezembro. Os atletas ainda se mostraram contrários oferta de redução salarial ou suspensão dos contratos, dois itens que constavam na proposta inicial do Tricolor. 

Como pretende dar férias coletivas a partir da próxima quarta-feira e não tem os recursos para pagar todos os funcionários, a direção negocia também com o Sindicato dos Empregados em Clubes Esportivos. A previsão é que as negociações sigam em andamento até a próxima semana, podem se estender para o próximo mês.

MAIS NOTÍCIAS

SPEED CAR
ELETRO CLIC
ADRIANO CONRADO
GRÁFICA.COM
RÁDIO SÃO JOSÉ
ART MÓVEIS
ECONÔMICA MÓVEIS E ELETRO
FICA EM CASA
FUNERÁRIA BOM PASTOR
Petroman
OLIDATA
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ROGÉRIO CALÇADOS
SUPER SÃO JOSÉ
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +