Política

Vereador Mano Martins é obrigado a deixar o MDB

Parlamentar que estava respondendo processo de expulsão, temendo retaliações na convenção, se filiou ao Democratas (DEM)
11/04/2020 - 14h21min Assessoria de imprensa do vereador Mano Martins Corrigir

O vereador camaquense Mano Martins, que respondia processo de expulsão há mais de um ano, alega que vinha sofrendo retaliações e perseguição política por grande parte da Executiva e integrantes do MDB municipal. Temendo não ter seu nome aceito na convenção do partido para concorrer nas próximas eleições, ele decidiu pedir sua desfiliação.

Martins argumentou ainda que a represália seria mais forte por parte de alguns integrantes do partido a mando do atual prefeito e de seu vice-líder de governo na Câmara e que eles estariam obedecendo às ordens só para manterem seus cargos na prefeitura. "Eles não têm voto, não têm prestígio algum, só querem ‘mamar’ em todos os governos e ainda pensam em ser os donos do MDB, eu não concordo com isso", disse.

O vereador teve suas raízes e origens dentro do MDB. Militante e filiado ao partido desde de 2005, Mano é filho da irmã Verceli Martins, que também deixou o partido para acompanhar o filho. Sobrinho do ex-deputado João Osório Ferreira Martins, trabalhou junto ao gabinete do tio na Assembleia Legislativa do Estado, e fez parte da equipe do saudoso deputado federal Mendes Ribeiro Filho (MDB). Ele considerada a dupla como sendo os deputados que mais fizeram por Camaquã durante seus mandatos. "Eu nasci dentro do MDB, minha mãe, meu tio, junto com o Mendes foram os pioneiros na reconstrução do partido em Camaquã. O partido mergulhou numa crise profunda, perdeu suas bases eleitorais e espaço no cenário político, passou anos caído no abismo e no anonimato, principalmente após o governo do ex-prefeito Egydio Alfredo Schlabitz, depois disso o MDB não existiu, só voltou a crescer e fazer parte do cenário após o ano de 2001, muito se deve a minha família e a esses dois grandes políticos", afirmou Martins.

O parlamentar, que se filiou ao partido Democratas (DEM), promete convocar uma coletiva e dar mais detalhes sobre a sua saída e também quais as metas e objetivos dentro do novo partido.

MAIS NOTÍCIAS

FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA BOM PASTOR
PADARIA ESTRELA
ROGÉRIO CALÇADOS
OLIDATA
ART MÓVEIS
RÁDIO SÃO JOSÉ
RESTAURANTE COME COME
ELETRO CLIC
SUPER SÃO JOSÉ
FAMOSOS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +