Saúde

“Relaxar restrições não é o fim da pandemia em país nenhum”, diz a Organização Mundial da Saúde

"Acabar com a pandemia vai requerer um esforço contínuo", afirmou Tedros Adhanom
20/04/2020 - 16h36min O Sul Corrigir

O diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Adhanom, reforçou nesta segunda-feira (20) que o relaxamento de medidas de isolamento social ou quarentena não significa o fim da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

“Queremos reforçar que relaxar restrições não é o fim da pandemia em país nenhum. Acabar com a pandemia vai requerer um esforço contínuo por parte de indivíduos, comunidades e governos para continuar a suprimir e controlar o vírus”, disse Tedros.

Ele também falou do uso de testes rápidos, que detectam os anticorpos para o novo coronavírus, a fim de determinar quem já foi infectado e tem imunidade à doença. Alguns países planejam usá-los – ou já começaram, como a Alemanha – para estudar formas de suspender medidas de quarentena ou distanciamento social.

“Nós damos as boas-vindas ao desenvolvimento acelerado e à validação de testes para detectar anticorpos para a Covid-19, nos ajudando a entender a extensão da infecção na população”, disse Tedros.

MAIS NOTÍCIAS

OLIDATA
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ADRIANO CONRADO
GRUPO WHATSAPP
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
SUPER SÃO JOSÉ
SKY INFOPARTNERS
LAVAGEM FERNANDES
ELETRO CLIC
ROGÉRIO CALÇADOS
BRICK DO TOMAZ
RÁDIO SÃO JOSÉ
Petroman
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +