Saúde

Em andamento implantação da UTI para 10 leitos no hospital de Camaquã

Detalhes sobre implantação da UTI foram repassados durante live da direção do HNSA, na tarde desta quinta-feira (23)
23/04/2020 - 17h09min Corrigir

Durante pronunciamento ao vivo da direção do Hospital Nossa Senhora Aparecida (HNSA) de Camaquã, realizado na tarde desta quinta-feira (23), Cleber Dorneles, diretor de controladoria da instituição, falou sobre o andamento da implantação da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no hospital. O HNSA contratou a consultoria da empresa Improve para a implementação da unidade de terapia.

“É uma empresa (Improve) já parceira do hospital há muitos anos, foi a empresa que implantou no hospital e até hoje está funcionando com excelência, a nossa medicina hospitalar, que é aquele médico que fica à disposição das 7h às 19h para atender pacientes do SUS. Também desenvolveu o projeto e o processo hoje está sendo implantado na reestrutura da área de enfermagem do hospital, em todas as áreas, e também fez um projeto e a implantação de nós utilizarmos o nosso centro cirúrgico da melhor maneira possível, com bons resultados”, disse Dorneles.

Ainda segundo Dorneles, a parte médica para atendimento na UTI já está definida através da empresa Promed de Porto Alegre, que entrará com o médico hospitalista e os médicos rotineiros, e a equipe do hospital está realizando reuniões diariamente para tratar da implantação dos serviços. Já a parte da definição da equipe de trabalho de enfermagem e da implantação de protocolos é com a Improve.

“O que que envolve uma UTI, não é só botar um placa na frente realmente, envolve uma definição de perfil de profissionais, de quantitativo de profissionais, de treinamento desses profissionais para uso correto de EPIs, para melhores práticas clínicas, melhores práticas de segurança do paciente, e envolve insumos novos até então que o hospital não precisava e passa a precisar, dado o perfil de paciente que tem na UTI... Envolve treinamento ostensivo desses profissionais para que eles possam atuar com segurança na linha de frente dando segurança e melhor assistência para os pacientes que procuram o hospital Nossa Senhora Aparecida...”, explicou Fabrício Fonseca, médico hospitalista da Improve.

A implantação da UTI no hospital é para 10 leitos dedicados para atendimento da doença covid-19, sendo um específico com maior isolamento para atendimento do paciente. São nove leitos para pacientes em estado de saúde grave e um gravíssimo.

O investimento é realizado pelo HNSA, e a regulação é feita pelo Estado. A UTI pode atender pacientes de todo o Rio Grande do Sul.

Não há previsão de entrega da UTI, pois isso está na dependência de equipamentos que ainda devem chegar, e isso envolve liberação do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual da Saúde.

A Improve é uma empresa de consultoria e gerenciamento de equipes e processos. Aplica os conceitos da Medicina Hospitalar, tendo como foco o aperfeiçoamento do cuidado aos pacientes hospitalizados. Formada por uma equipe multidisciplinar, com larga experiência na área, é, segundo o site da empresa, líder na gestão profissional de ambientes hospitalares, no Sul do Brasil. 

MAIS NOTÍCIAS

GRUPO WHATSAPP
SUPER SÃO JOSÉ
LAVAGEM FERNANDES
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
OLIDATA
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA BOM PASTOR
RÁDIO SÃO JOSÉ
ROGÉRIO CALÇADOS
ADRIANO CONRADO
ART MÓVEIS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +