Geral

Rios gaúchos atingem níveis mínimos históricos

A chuva de hoje que atingiu partes próximas ao Uruguai e Sul do RS não foi capaz de amenizar a estiagem do Rio Uruguai e Camaquã, que está na marca mais baixa em 56 anos. Grandes acumulados e de forma generalizada são esperados apenas na semana que vem
29/04/2020 - 18h56min Corrigir

A estiagem história que atinge o Rio Grande do Sul está fazendo com que os níveis da maioria dos rios gaúchos encontrem-se nos menores níveis em décadas. Tal fato ocasiona no racionamento de água, prejuízos econômicos, principalmente na agricultura.  

O Rio Camaquã está com seu nível mais baixo em 56 anos. Já o Rio Uruguai, no Oeste do Estado, encontra-se em níveis rasos que chegam a assustar. A média do rio até o domingo (26) era de apenas 0,68 cm, bem inferior aos 3 metros considerados normais e que seria comum para esta época do ano.  

Conforme afirma a estação meteorológica da MetSul, a situação é tão fora do comum que uma pessoa de 1,70m pode atravessar a pé, sem risco de afogamento, o trecho do rio entre Uruguaiana até a vizinha Paso de los Libres, na Argentina. 

Em condições normais, o manancial é o que dá renda aos pescadores, alimenta os animais criados na área ribeirinha e é o único ponto de captação de água para suprir o abastecimento à população do perímetro urbano de Uruguaiana. 

Na noite dessa terça e madrugada desta quarta-feira, áreas próximas do Uruguai e no Sul do Estado tiveram acumulados de chuva que foram celebrados. Em Jaguarão registrou cerca de 60 mm, o maior volume na localidade desde janeiro. No Chuí e Santa Vitória do Palmar, foram 35 mm. Arroio Grande chegou a 42 mm. Bagé teve 34 mm e Dom Pedrito 27 mm. Pedro Osório teve 34 mm, no momento em que Pelotas 27 mm e Rio Grande 24 mm.  

Também choveu no Litoral Norte. Torres e Três Forquilhas tiveram ao redor de 30 mm, consequência da circulação de umidade do mar. Todavia, as precipitações seguem inexpressivas para cessar a estiagem no Estado. 

Grandes volumes de chuva e de forma mais generalizada são aguardados entre os dias 3 e 4 de maio, quando uma frente fria passará pelo território gaúcho. Mas já na sexta-feira (1º), feriado do Dia do Trabalho, pode chover em diversas regiões. 

Veja o vídeo recebido pelo portal de notícias ClicR sobre a seca do Rio Uruguai

Com informações da MetSul Meteorologia

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
Petroman
GRUPO WHATSAPP
ELETRO CLIC
OLIDATA
FUNERÁRIA BOM PASTOR
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ADRIANO CONRADO
ART MÓVEIS
LAVAGEM FERNANDES
SKY INFOPARTNERS
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
ROGÉRIO CALÇADOS
RÁDIO SÃO JOSÉ
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +