Saúde

Estado tem mais 270 leitos de UTI habilitados para pacientes da covid-19

No entanto, Camaquã e municípios da região ficaram de fora dessa primeira lista de habilitações
20/05/2020 - 12h23min Corrigir

O Ministério da Saúde habilitou mais 270 leitos de unidades de tratamento intensivo (UTIs) para atendimento de pacientes da covid-19 no Rio Grande do Sul. A portaria com os termos da habilitação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) dessa terça-feira (19). 

O Estado aguardava por essa licença desde abril. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES), o repasse do Governo Federal para a capacitação foi de R$ 34,8 milhões, em parcela única, destinado ao custeio e à manutenção das diárias dos leitos por 90 dias. Os hospitais gaúchos que passarão a contar com as UTIs estão distribuídos em 24 municípios. Parte desses hospitais está localizada em cidades com gestão plena do Sistema Único de Saúde (SUS), com administração municipal. Outro grupo possui contrato de gestão com a SES. 

O Estado estava até agora custeando 139 desses 270 leitos enquanto a habilitação por parte do Governo Federal não acontecia. Conforme a SES, a diária de cada leito é de R$ 1,6 mil. Quanto aos outros 131 com gestão plena, o RS sugeriu que as prefeituras decidissem custear os leitos enquanto aguardavam pelo credenciamento. 

No entanto, nenhuma cidade da região Centro-Sul do RS consta nessa primeira lista de habilitações. Em Camaquã, o Hospital Nossa Senhora Aparecida informou recentemente que os 10 leitos habilitados em março para operar no município já estão com toda a estrutura pronta, só aguardando a liberação do Ministério da Saúde para o encaminhamento dos equipamentos.  

Enquanto essa habilitação não acontece, a direção do hospital segue com o aperfeiçoamento de membros da atual equipe, para que a instituição tenha condições de operar os leitos de UTI. 

O Ministério da Saúde tem dado preferência aos municípios com maior número de casos e óbitos pela covid-19.  No Estado, Passo Fundo, Porto Alegre e Lajeado lideram esse ranking e estão na lista. 

Confira os hospitais e municípios contemplados no RS: 

• Alegrete: 7 novos leitos no Hospital Santa Casa de Alegrete; 

• Bagé: 14 leitos na Santa Casa de Bagé; 

• Cachoeira do Sul: 8 leitos no Hospital de Caridade e Beneficência; 

• Canoas: 10 leitos no Hospital Universitário; 

• Caxias do Sul: 10 leitos no Hospital Geral; 

• Cruz Alta: 10 leitos no Hospital São Vicente de Paulo; 

• Dom Pedrito: 10 leitos no Hospital São Luiz; 

• Erechim: 5 leitos no Hospital Santa Terezinha; 

• Estrela: 10 leitos no Hospital de Estrela; 

• Faxinal do Soturno: 10 leitos no Hospital de Caridade São Roque; 

• Garibaldi: 10 leitos no Hospital Beneficente São Pedro; 

• Lajeado: 10 leitos no Hospital Bruno Born; 

• Passo Fundo: 23 leitos, sendo 13 no Hospital de Clínicas e 10 no São Vicente de Paulo; 

• Porto Alegre: 48 novos leitos, sendo 20 no Hospital de Clínicas, 10 no Hospital Conceição e 18 no Hospital Cristo Redentor; 

• Rio Grande: 10 leitos na Santa Casa de Rio Grande; 

• Santa Cruz do Sul: 10 leitos no Hospital Santa Cruz; 

• Santa Maria: 10 leitos no Hospital Universitário de Santa Maria; 

• Santa Rosa: 15 leitos no Hospital Vida e Saúde; 

• Santo Ângelo: 9 leitos no Hospital Santo Ângelo; 

• Sapiranga: 5 leitos no Hospital Sapiranga; 

• Tenente Portela: 5 leitos no Hospital Santo Antônio; 

• Torres: 5 leitos no Hospital Nossa Senhora dos Navegantes; 

• Tramandaí: 6 leitos no Hospital de Tramandaí; 

• Viamão: 10 leitos no Hospital de Viamão. 

Com informações Secom RS

MAIS NOTÍCIAS

LAVAGEM FERNANDES
ADRIANO CONRADO
ART MÓVEIS
ROGÉRIO CALÇADOS
SKY INFOPARTNERS
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
Petroman
BRICK DO TOMAZ
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
SUPER SÃO JOSÉ
RÁDIO SÃO JOSÉ
GRUPO WHATSAPP
OLIDATA
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +