Saúde

Menino de 8 anos é o sétimo paciente positivo para coronavírus em Camaquã

Segundo o secretário Fabiano Martins, a criança faz parte do ciclo social do caso confirmado ontem (20), tendo apresentado sintomatologia leve e já é considerada recuperada
21/05/2020 - 16h30min Atualizada em 21/05/2020 - 16h42min Corrigir

Durante pronunciamento do Poder Executivo de Camaquã, juntamente com membros do Hospital Nossa Senhora Aparecida (HNSA), na tarde desta quinta-feira (21), o prefeito Ivo de Lima Ferreira confirmou mais um caso positivo da covid-19 no município. Também, foi informado pelo chefe do Executivo que, neste momento, há 39 pessoas sendo monitoradas por suspeita de contágio.

Segundo o secretário da Saúde, Fabiano Martins, o sétimo caso de infecção pelo novo coronavírus em Camaquã é de um menino de 8 anos, que faz parte do convívio social do paciente confirmado com a doença nessa quarta-feira (20). No entanto, a criança não apresentou nenhum sintoma grave da covid-19, apenas sintomatologia leve e há alguns dias. Neste momento, o menino encontra-se isolado em casa e já é considerado recuperado. 

Na oportunidade, o titular da pasta deu mais informações sobre o paciente positivado ontem. Trata-se de um homem de 49 anos, motorista, que estava em viagem a trabalho no Estado de Goiás. Ele já vinha sendo monitorado à distância pelas equipes de saúde do município, uma vez que apresentou sintomatologia da covid enquanto retornava para o RS. A família dele procurou a Secretaria da Saúde e informou sobre o caso e, assim que ele chegou em Camaquã, já foi isolado e submetido à testagem rápida em laboratório particular, quando reagiu para o novo coronavírus 

Neste momento, o homem está recebendo todos os cuidados clínicos e se recupera bem, estando internado porque possui outras patologias além da covid. A Vigilância Epidemiológica mapeou e testou 10 pessoas que pertencem à rede social desse paciente e foi quando somente este menino positivou para o novo coronavírus.

Martins também afirmou que o homem, quando viajou para Goiás, já estava com o vírus, esclarecendo que ele não trouxe a doença de outro lugar para Camaquã. Essa certeza veio através do estudo epidemiológico realizado pela Secretaria e Vigilância em Saúde, que apontou tempo insuficiente para que o contágio e manifestação dos sintomas tivessem ocorrido fora daqui. Ainda segundo o secretário, tanto o caso notificado ontem quanto o de hoje não possuem ligação com os outros três confirmados anteriormente. 

Assista ao pronunciamento na íntegra:

*Matéria atualizada para acréscimo de informações

MAIS NOTÍCIAS

GRÁFICA.COM
ART MÓVEIS
RÁDIO SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ROGÉRIO CALÇADOS
OLIDATA
LAVAGEM FERNANDES
GRUPO WHATSAPP
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
SUPER SÃO JOSÉ
BRICK DO TOMAZ
Petroman
FUNERÁRIA BOM PASTOR
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +