Esportes

Projeção de início do Brasileirão é alívio para Grêmio e Inter

Dirigentes da dupla se animam com a proposta da CBF de iniciar a competição nacional em 8 e 9 de agosto
27/06/2020 - 19h55min Corrigir

Se existia uma situação incômoda e que tirava o sono dos presidentes de Grêmio e Inter nesses meses em que o futebol está paralisado no país era a falta de perspectiva de um calendário para a retomada das competições. O planejamento para o reinício da temporada depende das datas oficiais. Mas os dirigentes já podem respirar mais aliviados. A CBF anunciou que o Brasileirão da Série A pode ter seu início no final de semana dos dias 8 e 9 de agosto. O movimento para a volta do futebol no Brasil, desde o início da pandemia, nunca esteve tão coeso. 

“É uma movimentação, ganhou força com a volta dos treinos em São Paulo, no Rio de Janeiro e em outros estados. As coisas começam a mudar de patamar, mas claro que tudo está condicionado às questões sanitárias”, destaca o vice de futebol do Grêmio, Paulo Luz. 

A proposta da CBF foi aceita pelos 20 clubes participantes da Série A do Brasileiro. A entidade sinalizou que o campeonato vai adentrar 2021, provavelmente encerrando em fevereiro do próximo ano. Além disso, a Copa do Brasil também esteve em pauta e deverá recomeçar na segunda quinzena de agosto. 

“Nossas manifestações são sempre no sentido de respeitar os protocolos e as decisões das autoridades. Mas entendemos que o futebol é diferente, principalmente pelos cuidados que se tem nos CTs. O futebol é uma excepcionalidade”, acrescenta.

O Inter também aprova a previsão de retomada do Brasileirão. Defende, porém, que todos os times precisam de um tempo mais ou menos igual e sob as mesmas condições para treinar antes de a bola voltar a rolar nos gramados brasileiros. “Não dá para anunciar o reinício do Campeonato Brasileiro dois ou três dias antes. Tem que dar um tempo para os times se prepararem”, afirmou o presidente Marcelo Medeiros, em entrevista à Rádio Guaíba. 

Segundo ele, o Inter sente-se pronto para retomar os treinos técnicos, condição que clubes de outros cidades estão ganhando. Neste momento, limitados pelos protocolos impostos pelas autoridades, os times de Porto Alegre só fazem treinos físicos. “O Inter está apto a realizar os coletivos. Mas não vamos fazer nenhum movimento em desacordo com as autoridades. Respeitamos quem está no comando da saúde. É difícil comparar com outras cidades e outros locais”, disse Medeiros.

A logística do Brasileirão dependerá do quadro da pandemia nas diferentes regiões do país. Dezenove dos 20 clubes aceitaram mandar jogos em outras localidades, caso a cidade-sede não esteja liberada para as partidas. O único que se opôs foi o Athletico Paranaense. 

A data proposta pela CBF causa um conflito com a intenção da Federação Gaúcha de Futebol de fazer a final do Gauchão justamente no dia 9 de agosto. “No plano ideal, seria o Gauchão antes, mas temos que levar em consideração que estamos em uma fase crítica da pandemia no Estado”, finaliza Paulo Luz.

MAIS NOTÍCIAS

PADARIA ESTRELA
OLIDATA
RESTAURANTE COME COME
ART MÓVEIS
SUPER SÃO JOSÉ
DIGA NÃO!
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ROGÉRIO CALÇADOS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +