Polícia

DML confirma que corpo encontrado no Guaíba é de suspeito da morte de jovem tapense

Jennifer Graboski, de 25 anos, foi assassinada a facadas no último dia 23
30/06/2020 - 15h51min Atualizada em 30/06/2020 - 16h53min Corrigir

Um exame realizado pelo Departamento Médico Legal (DML) no corpo do homem que foi encontrado boiando no rio Guaíba, em Porto Alegre, no domingo (28), comprovou que trata-se do suspeito de assassinar Jennifer Graboski, de 25 anos, no último dia 23. Richard Adriano Silveira, de 24 anos, foi acusado de ter matado a facadas a ex-companheira, que era natural de Tapes, enquanto ela trabalhava fazendo uma corrida por aplicativo, em Guaíba

Posteriormente, o homem teria se ferido com a arma do crime, fugido de moto pela BR-290, em direção a Porto Alegre, e se atirado da ponte do Guaíba. A Polícia Civil estava em busca do criminoso. De acordo com a investigação, a confirmação da identidade foi feita após o resultados de exame papiloscópico. Ainda não há confirmação da causa da morte.

"Trata-se do suspeito do feminicídio de Guaíba. Ainda não tenho o resultado da necropsia, mas na análise preliminar, realizada no local, foi observado quatro ferimentos por instrumento perfurante no tórax [da vítima]", explicou o delegado Leandro Bodoia, responsável pela investigação, ao portal G1 RS.

Jennifer deixou uma filha e tinha solicitado medida protetiva contra Richard. O caso foi encerrado como se tratando de feminicídio seguido de suicídio.

MAIS NOTÍCIAS

RÁDIO SÃO JOSÉ
Petroman
OLIDATA
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
BRICK DO TOMAZ
GRUPO WHATSAPP
ART MÓVEIS
LAVAGEM FERNANDES
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
SKY INFOPARTNERS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ELETRO CLIC
ADRIANO CONRADO
ROGÉRIO CALÇADOS
SUPER SÃO JOSÉ
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +