Polícia

PRF dá prejuízo de mais de R$ 250 milhões nas organizações criminosas e reduz mortos e feridos nas rodovias gaúchas no 1º semestre de 2020

Foram registrados aumento nas apreensões de drogas, cigarros, agrotóxicos e dinheiro, e diminuição de acidentes, mortes e feridos nas estradas do RS
08/07/2020 - 10h41min Corrigir

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez um balanço das ações de combate ao crime realizadas no primeiro semestre de 2020, período caracterizado pela redução do fluxo de veículos nas rodovias gaúchas desde março, devido ao isolamento e distanciamento social em razão da pandemia de covid-19. De acordo com o órgão, foram apreendidas mais drogas e outros ilícitos e registrados menos acidentes, mortos e feridos.

Combate ao crime

A PRF apreendeu oito vezes mais cocaína, duas vezes mais maconha, sete vezes mais agrotóxico e duas vezes mais cigarros contrabandeados no Rio Grande do Sul, comparado aos registros do primeiro semestre de 2019. Nesses seis primeiros meses de 2020, foram mais de 1,6 tonelada de cocaína, quase dez toneladas de maconha, quase três toneladas de agrotóxicos e mais de 5,5 milhões de cigarros. Houve também aumento na apreensão de dinheiro sem procedência. No primeiro semestre de 2020 foi apreendido o equivalente a R$ 11 milhões, mais que o triplo apreendido no mesmo período do ano passado.

Levando em conta as apreensões realizadas pela PRF no Rio Grande do Sul de drogas, dinheiro sem procedência e outros produtos introduzidos ilegalmente no país, bem como dos veículos utilizados para o transporte dos ilícitos, o prejuízo às organizações criminosas gira em torno dos R$ 250 milhões.

Uma das explicações que a PRF dá para esse aumento na quantidade de apreensões e prisões é o fato de o órgão continuar investindo muito em inteligência policial e em sistemas de informação. As equipes operacionais vêm recebendo treinamentos específicos, principalmente em buscas avançadas em veículos, fazendo com que os policiais estejam cada vez mais preparados para encontrar os ilícitos que são transportados cada vez mais bem escondidos.

Trânsito

Desde a segunda quinzena de março, as rodovias gaúchas apresentaram redução na movimentação de veículos devido à restrição de deslocamentos, uma das medidas de combate à pandemia. A PRF seguiu o trabalho de fiscalização para a reduzir a violência no trânsito. No primeiro semestre de 2020, autuou 1.971 condutores por infrações relativas à embriaguez ao volante, seis a mais que no mesmo período do ano passado, que não teve restrição de deslocamentos. De acordo com o órgão, a redução foi de 35% de mortos, 14% de pessoas feridas e 24% de acidentes graves nas rodovias federais do Estado.

Com informações da Nucom RS

MAIS NOTÍCIAS

OLIDATA
RÁDIO SÃO JOSÉ
RESTAURANTE COME COME
PADARIA ESTRELA
SUPER SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ADRIANO CONRADO
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ROGÉRIO CALÇADOS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +