Polícia

Camaquenses são vítimas do golpe dos nudes

Um deles, inclusive, chegou a pagar R$ 500 para não ser denunciado
09/07/2020 - 08h47min Corrigir

Dois moradores de Camaquã foram vítimas do famoso "golpe dos nudes", que é o crime de estelionato mediante extorsão. Um deles, inclusive, teve um prejuízo de R$ 500, enquanto que o outro sofreu ameaça de morte. Os crimes foram registrados na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) do município e divulgados no plantão policial desta quinta-feira (9).

A primeira vítima alegou que, entre domingo (5) e essa quarta-feira (8), esteve envolvida no golpe. De acordo com relato do homem, ele teria recebido pelo WhatsApp mensagens e fotos íntimas de uma mulher que, até então, não estava na sua lista de contatos. Logo após, um suposto irmão da tal mulher enviou mensagens pa a vítima exigindo dinheiro e alegando ter quebrado o celular da "irmã" ao ver as mensagens.

Alegando que ela era menor de idade, o criminoso exigiu R$ 500 para não denunciá-lo. O homem, então, realizou o depósito bancário. Após isso, o caso estaria encerrado. Todavia, na sequência, outro homem, dizendo ser advogado, enviou mensagens para a vítima afirmando que "os pais da menor" o processariam criminalmente.

Por sua vez, a segunda ocorrência aconteceu na terça-feira (7). Outro morador do município registrou que recebeu uma solicitação de amizade no Facebook de uma mulher e ao aceitar, ela se identificou e eles começaram a conversar. Posteriormente, para surpresa do homem, a mulher mandou uma foto nua. Desconfiado, ele perguntou que idade ela tinha, e a mulher disse que era menor de idade, tinha 14 anos e que ninguém ficaria sabendo.

A vítima alegou que ela não poderia fazer isso, bloqueou o perfil e excluiu a conversa. À noite, um homem dizendo ser tenente da Brigada Militar, ameaçou de dar um tiro na vítima, afirmando que havia sido procurado pela "menor de idade" e que ela disse ter sido seduzida pelo homem. O suposto tenente mencionou artigos da Lei para intimidar a vítima e afirmou ter gravado a conversa. Além disso, exigiu a quantia de R$ 5 mil para não realizar denúncia. Porém, a vítima desconfiou do golpe e não efetuou o pagamento.

MAIS NOTÍCIAS

ELETRO CLIC
SUPER SÃO JOSÉ
MIX BEBIDAS
ART MÓVEIS
RÁDIO SÃO JOSÉ
GRUPO WHATSAPP
LAVAGEM FERNANDES
ROGÉRIO CALÇADOS
OLIDATA
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +