Esportes

Com gols de pênalti, Esportivo e Inter empatam em 1 a 1 na Serra

Equipe de Bento Gonçalves saiu na frente, mas reservas do Colorado buscaram igualdade em jogo sonolento na Montanha dos Vinhedos
25/07/2020 - 22h56min Corrigir

No segundo jogo da retomada após a parada pela pandemia, o Inter voltou a encontrar dificuldades e a apresentar problemas. Bastante modificado, a equipe do técnico Eduardo Coudet entrou em campo com reservas. Novamente, sofreu para criar e, diante disso, precisou buscar o empate em 1 a 1 contra o Esportivo, em Bento Gonçalves. A partida foi realizada na noite deste sábado (25), na Montanha dos Vinhedos. 

Os dois gols do jogo foram marcados de pênalti e na primeira etapa. O Esportivo abriu o placar em cobrança de João Paulo, aos 36 minutos. Apenas quatro minutos depois, Sarrafiore foi derrubado dentro da área. Pottker converteu e acabou dando números finais ao confronto, válido pela quinta rodada do returno do estadual.

Com o resultado, o Inter se mantém na liderança do grupo A da competição, com 8 pontos. No entanto, pode ver a aproximação dos rivais, que ainda jogam na rodada. Já o Esportivo vai para 8 pontos, e tem a vice-liderança do grupo B ameaçada, podendo deixar a zona de classificação para as semifinais do returno. 

O Inter volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30min, quando enfrenta o Aimoré. Mesmo sendo mandante, ainda não há definição para o local da partida, por conta das restrições impostas em Porto Alegre para evitar o contágio de Covid-19. A partida é válida pela sexta e última rodada do returno do Campeonato Gaúcho. 

Pênaltis para os dois lados no primeiro tempo

Na comparação com o clássico Gre-Nal, o Inter entrou bastante modificado, com alterações em todos os setores. Na lateral esquerda, a estreia de Matheus Jussa, contratado durante a paralisação dos torneios. A zaga foi formada por Roberto e Zé Gabriel. No meio, Lindoso substituiu Musto, que não foi bem no Gre-Nal. Nonato também começou entre os titulares. No ataque, William Pottker e Sarrafiore substituíram Guerrero e D’Alessandro.

Mesmo com reservas, o Inter repetiu muitos pontos do Gre-Nal. Ficou bastante com a bola nos primeiros 25 minutos, mas quase nada de perigo ofereceu ao ex-goleiro colorado Renan. Abusou das bolas longas, tanto pelo chão quanto pelo alto, mas elas dificilmente acabavam chegando tanto para Pottker quanto para Sarrafiore. 

O Esportivo, por sua vez, também pouco produziu. Em algumas oportunidades, buscou escapar pelos lados do campo, especialmente explorando Xaro. No entanto, a equipe de Bento Gonçalves não conseguiu chegar à frente com qualidade, abusando dos erros no último passe. 

Com isso, o placar só teve alterações na bola parada. E com pênaltis para os dois lados. Primeiro, Rodrigo Lindoso falhou e derrubou João Pedro dentro da área. Ele mesmo cobrou para vencer Danilo Fernandes e fazer 1 a 0. A resposta colorada veio quatro minutos depois. Desta vez, foi Sarrafiore quem sofreu pênalti, para Wiliam Pottker converter e deixar tudo igual.

No último lance da primeira etapa, o Inter quase virou o placar. Após cobrança de falta próximo à bandeira de escanteio, pelo lado esquerdo, a bola sobrou na entrada da área para William Pottker. O atacante encheu o pé e mandou a bola no travessão, assutando o goleiro Renan, e por pouco não levou o Colorado em vantagem ao intervalo. 

Jogo mantém ritmo lento na etapa final 

O ritmo lento e cadenciado do início do primeiro tempo se repetiu na etapa final. O Inter pouco fez para imprimir agressividade e velocidade, optando por novamente trabalhar a bola e trocar passes sem pressa em seu campo de defesa. Assim, nenhuma das equipes chegou com perigo à frente nos minutos iniciais. 

Para tentar mudar um pouco o panorama do jogo, Eduardo Coudet lançou a campo Thiago Galhardo, que estava cotado para iniciar a partida, e foi titular antes da parada pela pandemia. 

Apesar das trocas, foi o Esportivo quem chegou mais perto de marcar. Aos 14 minutos, Marcão ganhou da defesa de cabeça, levou ao fundo e escorou rasteiro para Caprini. Ele se antecipou à defesa e tocou na bola, que passou fraco, mas perto, levando muito perigo ao gol defendido por Danilo Fernandes. 

Mesmo com a leve melhora com a entrada de Galhardo, isso não foi suficiente para que o Inter criasse boas chances de marcar. Coudet novamente tentou buscar a solução no banco: promoveu a entrada do jovem João Peglow no lugar de Marcos Guilherme, que também contribuiu pouco ofensivamente.

O Inter até melhorou com as entradas. Teve mais volume ofensivo e pressionou o Esportivo em seu campo. Criou chances em cruzamentos e conseguiu uma sequência de escanteios que oportunizaram boas bolas paradas. Só que a pressão final não se traduziu em gol, e o jogo acabou mesmo empatado em 1 a 1. Assim, o Colorado segue sem vencer desde a retomada do futebol no Rio Grande do Sul. 

Campeonato Gaúcho - 5ª rodada do returno

Esportivo 1
Renan; Vinicius, Cleiton, Luiz Eduardo e Xaro (Rômulo); Gulith, Igor Bosel (Flávio Torres), Robert e João Pedro; Caprini e Marcão (Gustavo Sapeka). Técnico: Carlos Moraes

Inter 1
Danilo Fernandes; Rodinei, Roberto (Musto), Zé Gabriel e Matheus Jussa; Lindoso, Nonato (Praxedes), Marcos Guilherme (João Peglow) e Patrick; Sarrafiore (Thiago Galhardo) e William Pottker. Técnico: Eduardo Coudet

Gols: João Pedro (36/1T); Pottker (40/1T)
Cartões amarelos: Robert (Esportivo); Roberto, Patrick (Inter)
Árbitro: Anderson Daronco
Local: Estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves
Data e hora: 25/07, às 19h

MAIS NOTÍCIAS

PADARIA ESTRELA
RESTAURANTE COME COME
ELETRO CLIC
FAMOSOS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
SUPER SÃO JOSÉ
ART MÓVEIS
ADRIANO CONRADO
ROGÉRIO CALÇADOS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RÁDIO SÃO JOSÉ
OLIDATA
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +