Obituário

Curva do número de mortes por covid-19 em Camaquã ascende nos últimos cinco dias

Entre quinta (30) e segunda (3), o município reportou quatro óbitos relacionados à doença. A letalidade do vírus está em 3% dentro do total atual de casos, enquanto que considerando o número de habitantes, as mortes correspondem a cerca de 0,018%
04/08/2020 - 14h00min Corrigir

Em pouco mais de dois meses após a primeira morte relacionada ao novo coronavírus, Camaquã está com 12 vítimas fatais da covid-19 atualmente. E apenas entre quinta (30) e segunda (3), o município reportou quatro óbitos:

  • Homem, 73 anos: estava internado em leito de UTI em Bagé desde o dia 15 de julho e faleceu na quarta-feira (29);
  • Mulher, 48 anos: deu entrada no Hospital Nossa Senhora Aparecida (HNSA) em 24 de julho e veio a óbito no dia seguinte, sendo confirmada sua morte por conta da covid-19 na sexta-feira (31);
  • Mulher, 27 anos: faleceu no sábado (1º), em Dom Pedrito, onde estava internada em leito de UTI desde o último dia 27. É a vítima mais jovem da doença em Camaquã até o momento;
  • Mulher, 62 anos: havia internado no Hospital da Santa Casa de Porto Alegre em 8 de julho e faleceu no dia 31. Ela tratava um câncer no reto;

Na última atualização da incidência da covid, a Secretaria Municipal da Saúde notificou 20 novos infectados, elevando para 388 o total de casos. Desses, 132 estão recuperados (o que corresponde a 34% dos casos) e 244 ainda permanecem em acompanhamento. O percentual de pacientes de Camaquã livres da infecção pelo novo coronavírus está bem abaixo do que foi registrado pelo Estado ontem, que é de 89% do total de 71.478 casos positivos.

Também de acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde (SES), a mortalidade da covid-19 no município corresponde a 16,6 óbitos a cada 100 mil habitantes. Porém, no Painel Coronavírus do Estado, Camaquã ainda está com 11 mortes. A real letalidade aparente da doença gira em torno de 3% dentro do total de casos, conforme apuração feita pelo portal de notícias Blog do Juares (BJ). E levando em conta o número de habitantes do município, que segundo o último censo do IBGE são 66.034 habitantes, a incidência de casos está em 0,6% e as mortalidade corresponde a cerca de 0,018%. Nessa segunda-feira, a SES apontava que o Rio Grande do Sul está com 17,7 mortes a cada 100 mil habitantes e 2,8% de letalidade aparente.

Relembre as outras vítimas da covid-19 em Camaquã:

O primeiro óbito por coronavírus em Camaquã foi registrado no dia 31 de maio. A vítima foi um homem, de 49 anos, que já tinha outras doenças pré-existentes. A segunda morte pela covid-19 ocorreu duas semanas depois, no dia 15 de junho. O homem, de 76 anos, estava internado no HNSA.

A terceira vítima da doença foi um camaquense de 89 anos, no dia 17 de junho. Ele estava internado em um hospital de alta complexidade de Rio Grande. A quarta morte foi de uma mulher, de 67 anos, no dia 26 de junho, que estava internada no Instituto do Coração, em Porto Alegre, onde realizava tratamento para uma doença cardiológica.

O quinto óbito foi de um homem, de 62 anos, no dia 6 de julho. O paciente, que era paraplégico, morreu logo após dar entrada no Hospital Nossa Senhora Aparecida. A sexta morte foi de um homem, de 75 anos de idade, em 9 de julho. O paciente estava em tratamento contra um câncer no esôfago.

A sétima morte foi de uma mulher, de 41 anos, no dia 10 de julho. A paciente apresentava quadro de tuberculose, desnutrição e desidratação. E a oitava vítima da covid foi uma mulher, de 65 anos, no dia 23 de julho. Ela tinha histórico de doenças pulmonares.

A diferença de dias entre o registro de um óbito para o outro variou entre 10 e 15 dias, com a menor disparidade sendo de um dia - no caso das quatro últimas mortes. Quanto ao gênero, o percentual está equilibrado entre seis homens e seis mulheres. Já a faixa etária com maior número de óbitos no município é a dos 60 (4 mortes); em seguida, vem a dos 70 e a dos 40 anos, empatadas com três mortes cada; e, por fim, a dos 80 (1) e a dos 20 (1) também dividindo a posição.

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
ROGÉRIO CALÇADOS
ART MÓVEIS
OLIDATA
ADRIANO CONRADO
RESTAURANTE COME COME
PADARIA ESTRELA
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RÁDIO SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA BOM PASTOR
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +