Educação

Prefeito de Tapes classifica como "proposta indecente" calendário de volta às aulas no RS

"Querem jogar os nossos alunos da Educação Infantil na frente, como cobaias, e deixar os adultos que sabem se cuidar mais para depois", comentou Silvio Rafaeli, em vídeo, nesta manhã
02/09/2020 - 14h07min Corrigir

Uma proposta indecente. Assim que o prefeito de Tapes e presidente da Associação dos Municípios da Costa Doce, Silvio Rafaeli, classifica o calendário apresentado pelo governo do Estado para a retomada gradual das aulas presenciais no Rio Grande do Sul. Em reunião na manhã de ontem (1º), o governo apresentou detalhadamente aos gestores municipais como será este retorno, caso seja do entendimento de cada cidade optar pela volta às escolas. O prefeito publicou um vídeo em sua rede social comentando sobre o assunto. 

Leia também: "Não é um retorno a qualquer custo", afirma governador sobre volta às aulas presenciais no Estado

Para Rafaeli, as crianças do Ensino Infantil servirão como uma espécie de cobaia nesta possível retomada das aulas presenciais em um momento no qual está sendo visualizada uma pequena queda dos índices da covid-19 no Estado. "Nós já nos informamos com pessoas que já tiveram experiência. Eu tenho um amigo que mora na França e lá já começaram as aulas e houve novamente novos focos da doença e voltaram aos números de fim de março. Então, quer dizer o quê? É uma situação desagradável, desnecessária, que o governo do Estado não sei por que insiste nessa matéria. Nós não voltaremos às aulas", salientou o gestor.

Ainda nesta quarta-feira (2), haverá uma reunião com os prefeitos da região onde será decidido quais municípios deverão adotar o calendário proposto pelo Estado. "Aqui, de 15, nós tínhamos apenas um prefeito que queria voltar (com as aulas presenciais) e por certo será convencido de que não, porque neste momento, nós achamos prematura essa posição do governo do Estado que nos parece que criticava o governo federal e agora quer expor as crianças que são grandes vetores de transmissão porque são, às vezes, assintomáticas e trazem para casa (o vírus) ao convívio com 10, 15 famílias misturadas", argumentou. 

Rafaeli ainda lançou críticas os protocolos dos sugeridos pelo Gabinete de Crise, onde determina que as escolas da rede estadual mantenham distanciamento de 2 metros dentro das salas de aula. "Me parece uma piada. Me parece que essas pessoas que fizeram esse plano orientaram mal o governador", opinou. 

O prefeito acredita que a retomada pode ser uma estratégia do Estado para desviar a atenção dos prefeitos sobre a reforma tributária que está em andamento na Assembleia Legislativa. "Nós temos que tomar cuidado com isso porque essas artimanhas acontecem e a gente tem que ficar muito atento", concluiu Rafaeli.

Leia mais: Governo do Estado propõe retomada das aulas presenciais já para a semana que vem

A proposta do governo do Estado é voltar com as atividades escolares de maneira escalonada a partir da próxima semana e encerrando o processo em novembro. As etapas começariam pela Educação Infantil em 8 de setembro, passando pelo Ensino Médio e Ensino Superior, em 21 de setembro (no entanto, a rede estadual retorna apenas em 13 de outubro), e o Ensino Fundamental, entre 28 de outubro (anos finais) e 12 de novembro (anos iniciais). 

Segundo o Estado, a decisão é facultativa e será dos pais, prefeitos e instituições de ensino de cada município. "Não estamos estabelecendo uma determinação de retorno, mas um levantamento das restrições para que municípios, instituições de ensino e pais possam tomar a decisão de acordo com o nível de risco. Não é um retorno a qualquer custo, não é retorno à normalidade, não é um retorno desorganizado", afirmou o governador Eduardo Leite, em live extraordinária no final da tarde de ontem.

A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) permaneceu contrária às novas datas, com reprovação de aproximadamente 94% dos prefeitos. 

Assista ao vídeo

MAIS NOTÍCIAS

FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ELETRO CLIC
RÁDIO SÃO JOSÉ
ADRIANO CONRADO
FAMOSOS
PADARIA ESTRELA
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ROGÉRIO CALÇADOS
OLIDATA
RESTAURANTE COME COME
SUPER SÃO JOSÉ
ART MÓVEIS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +