Geral

ATENÇÃO: golpistas aplicam novo golpe envolvendo auxílio emergencial

Objetivo dos criminosos é roubar dados pessoais do beneficiário por meio de envio de mensagens falsas na internet; saiba como se proteger
15/09/2020 - 09h18min Corrigir

Um novo golpe envolvendo o auxílio emergencial está circulando na internet e já causa alerta tanto nos beneficiários quanto na Polícia Federal (PF). O anúncio do governo federal sobre a prorrogação do programa até dezembro, com mais quatro parcelas de R$ 300 despertou o interesse dos hackers em criar outras maneiras maliciosas para tentar ludibriar os beneficiários menos atentos. Desta vez, os criminosos estão enviando mensagens falsas por e-mail com o intuito de roubar dados de usuários dos sistemas da Caixa Econômica Federal.

A PF está orientando a população, já que a mensagem sugere que o beneficiário faça um falso procedimento de segurança para não perder o acesso ao auxílio emergencial, aos caixas eletrônicos, ao site e ao aplicativo da Caixa. A justificativa dada para convencer o usuário a fazer o que está sendo pedido é um suposto ao aumento do número de fraudes registrado em agosto deste ano.

Os golpistas ainda pedem no final do e-mail que a pessoa clique em um botão e siga os passos apresentados em tela. Ao fim do processo, o computador ou celular é infectado com programas espiões que captam informações pessoais, como dados bancários e senhas, assim como fotos e vídeos.

A Caixa afirma que não costuma enviar e-mails sobre questões de segurança aos clientes. No caso do auxílio emergencial, a comunicação do banco com o beneficiário é feita pelo aplicativo Caixa Tem.

Como se proteger

1 - Nunca clicar em links para impedir a instalação de programas enviados por e-mail, SMS ou WhatsApp;

2 - Utilize aplicativos de segurança no celular que lancem alerta sobre links maliciosos (phishing) recebidos através do WhatsApp, Facebook Messenger, SMS e acessados por meio do navegador, em tempo real;

3 - Não forneça dados pessoais ou bancários em links ou aplicativos de procedência desconhecida;

4 - Na dúvida, é possível verificar se um link é falso no site do dfndr lab. A checagem de links avisa em poucos segundos se um site pode oferecer alguma característica maliciosa;

5 - Em caso de dúvida, a pessoa deve entrar contato com o banco para saber se há alguma pendência em seu cadastro ou alguma informação a ser atualizada;

6 - Se o usuário for vítima de um golpe dessa espécie, é importante registrar na Delegacia de Polícia mais próxima.

MAIS NOTÍCIAS

RESTAURANTE COME COME
PADARIA ESTRELA
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ADRIANO CONRADO
SUPER SÃO JOSÉ
ROGÉRIO CALÇADOS
FAMOSOS
OLIDATA
RÁDIO SÃO JOSÉ
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ELETRO CLIC
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +