Economia

CONFIRMADO! Concurso IBGE é aberto com mais de 6 mil vagas

Vagas para ensino fundamental e médio
17/09/2020 - 10h40min Corrigir

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vai abrir um novo edital de concurso público (Concurso IBGE 2020) para o preenchimento de 6.500 vagas temporárias. A portaria autorizativa do certame já foi assinada. O documento foi publicado no Diário Oficial da União.

O documento é assinado pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Caio Mário Paes de Andrade.

Estão previstas vagas para os cargos de agente de pesquisa e mapeamento (5.623 vagas) -nível médio; supervisor de coleta e qualidade (552 vagas) – nível médio; agente de pesquisa por telefone (300) – nível médio; e supervisor de pesquisa (25) – nível superior.

Sendo assim, o órgão aguarda apenas a publicação para seguir os prazos estabelecidos pelo documento. O texto prevê contratações, por tempo determinado, de até 6.500 profissionais para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público.

O quantitativo liberado não é para atuação no Censo Demográfico, mas sim para pesquisas já feitas comumente pelo IBGE.  As contratações estão previstas para iniciarem em janeiro de 2021. Os contratos deverão durar até um ano, com possibilidade de prorrogação.

O edital está previsto para ser publicado em até seis meses, após a divulgação da portaria. Os candidatos serão selecionados por meio do processo seletivo.

Concurso IBGE para o Censo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vai mesmo abrir um novo edital de concurso público (Concurso IBGE) para o preenchimento de mais de 208 mil vagas temporárias em 2021. A informação consta no Projeto da Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2021.

O Ministério da Economia confirmou que o Censo Demográfico será realizado no ano que vem. Ou seja, um novo concurso também será aberto

O Governo Federal chegou a cogitar o adiamento do concurso IBGE para 208 mil vagas. Na ocasião, conforme reportagem do Estadão, o motivo seria o orçamento.

O dinheiro do Censo seria repassado para outras áreas no Orçamento, como, por exemplo, o Ministério da Defesa, conforme apurou o Estadão. A verba destinada à pesquisa é de R$2,3 bilhões.

A justificativa apontada para transferir os recursos do orçamento para outros ministérios seria ainda por conta da pandemia do novo coronavírus em 2021.

A retomada do concurso aberto deve contar com 208.695 vagas temporárias, distribuídas da seguinte maneira:

Agente Censitário Municipal: 5.462 vagas – Nível Médio – Salário de R$2.100 + R$ 458,00 de auxílio-alimentação, totalizando R$2.558;

Agente Censitário Supervisor: 22.676 vagas – Nível Médio – Salário de R$1.700 + R$ 458,00 de auxílio-alimentação, totalizando R$2.158;

Recenseador: 180.557 vagas – Nível Fundamental – Salário de R$1.278,94*(Previsão média para a remuneração por produção).

As provas objetivas serão realizadas, simultaneamente, em 4.612 municípios, no caso dos agentes, e em 5.569 municípios para o recenseador. Os exames ocorrerão nos 26 estados, além do Distrito Federal. As perguntas serão sobre:

Veja a distribuição das questões das provas:

Agentes – 60 questões: Língua Portuguesa (10); Raciocínio Lógico Quantitativo (10); Ética no Serviço Público (05); Noções de Administração/Situações Gerenciais (15); e Conhecimentos técnicos (20)

Recenseador – 50 questões: Língua Portuguesa (10); Ética no Serviço Público (05); Matemática (10); e Conhecimentos técnicos (25).

MAIS NOTÍCIAS

ELETRO CLIC
ART MÓVEIS
FAMOSOS
ROGÉRIO CALÇADOS
PADARIA ESTRELA
RÁDIO SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA BOM PASTOR
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RESTAURANTE COME COME
OLIDATA
SUPER SÃO JOSÉ
ADRIANO CONRADO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +