Polícia

FRAUDE? Mulher leva idoso morto ao banco para realizar prova de vida

Segundo o laudo necroscópico, o senhor já estava morto há 12 horas
16/10/2020 - 11h16min Corrigir

A Polícia Civil está investigando um caso de uma mulher que levou um idoso morto em uma agência bancária para tentar sacar a aposentadoria dele.

O fato ocorreu no dia 2 de outubro, em uma unidade do Banco do Brasil na cidade de Campinas, São Paulo.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher, que não teve a identidade divulgada, disse no banco que havia perdido a senha de letras da conta do suposto companheiro, um escrivão, aposentado e viúvo de 92 anos. Diante disso, o banco informou que ela deveria ir até a agência para fazer a prova de vida como medida de segurança.

Na tentativa de apressar o atendimento, a mulher disse que o homem estava passando mal, e os bombeiros foram chamados para ajudar o idoso. Eles constataram que o idoso não só estava morto, como o óbito teria acontecido havia algum tempo.

O diretor do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter 2), José Henrique Ventura, disse que o laudo necroscópico apontou que o idoso já estava morto havia 12 horas.

A equipe comunicou a Guarda Municipal, que estava perto da agência. Essa, por sua vez, acionou a Polícia Militar, que conduziu a mulher ao 1º Distrito Policial para registro da ocorrência. O corpo do idoso foi enterrado no dia seguinte.

O Banco do Brasil em nota informou que "cumpriu todos os protocolos previstos no contrato de prestação de serviço com a fonte pagadora".

Veja a nota do banco:

“O Banco do Brasil atua para mitigar o risco de fraudes nos pagamentos de benefícios previdenciários com medidas como a identificação do cliente por meio de senhas, cartão e biometria. O BB esclarece ainda que a ocorrência registrada em uma de suas agências em Campinas, São Paulo, não tinha relação com prova de vida do INSS.

O Banco cumpriu, nesse caso, todos os protocolos previstos no contrato de prestação de serviço com a fonte pagadora, o que inclui a exigência de procuração ou a presença do beneficiário na agência."

Com informações do G1

MAIS NOTÍCIAS

ROGÉRIO CALÇADOS
RESTAURANTE COME COME
PADARIA ESTRELA
SUPER SÃO JOSÉ
RÁDIO SÃO JOSÉ
OLIDATA
ADRIANO CONRADO
ART MÓVEIS
FAMOSOS
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA BOM PASTOR
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +