Saúde

“Pulmão Artificial” recebe registro da Anvisa

Projeto Inovador na área de Saúde teve apoio da Embrapii
20/10/2020 - 10h50min EMBRAPII – Assessoria de Imprensa Corrigir

Após receber o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para comercialização, já está em produção o primeiro lote de equipamento médico para auxiliar o tratamento dos pacientes que sofrem de insuficiência respiratória aguda, condição causada em casos graves do novo vírus. A tecnologia dará suporte ao tratamento mecânico, oferecendo ao paciente um “pulmão auxiliar”, capaz de oxigenar o sangue fora do corpo, removendo o gás carbônico (CO2).

O tratamento, chamado de Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO em inglês), funciona por meio de um equipamento composto por um circuito padrão, no qual o sangue das veias é removido do paciente, bombeado até um oxigenador e depois devolvido ao corpo por meio de uma artéria ou uma veia. A solução tecnológica, pioneira no país, é fruto da parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Inovação Industrial (Embrapii), o Instituto Eldorado e a empresa Braile Biomédica.

“A tecnologia vai trazer maior segurança e aprimorar os procedimentos médicos a custos mais baixos, promovendo maior acesso a esse tratamento no País”, destaca o engenheiro da empresa e responsável pela produção do primeiro lote, Fernando Arruda Mendes de Oliveira. A produção é 100% nacional. A Unidade Embrapii Instituto Eldorado ficou responsável pelo desenvolvimento dos componentes eletrônicos e computacionais e, a empresa, pela parte mecânica e os insumos descartáveis utilizados no equipamento.

O tratamento é indicado para adultos ou crianças, em casos de transplante de coração, infarto do miocárdio, parada cardíaca e insuficiência respiratória aguda, condição também causada pelo novo coronavírus, no qual há inflamação dos brônquios e o comprometimento dos alvéolos, pequenas estruturas que compõem o sistema respiratório, e funcionam levando o oxigênio à corrente sanguínea.

Registro da Anvisa

Em caráter extraordinário e temporário, a Anvisa publicou, no dia 19 de março, a resolução RDC nº 349, que modifica os critérios para petições de registro de produtos e equipamentos destinados ao tratamento e combate à covid-19. Assim, empresas podem registrar produtos, tanto fabricados no Brasil, como importados, em menor tempo.

Sobre a EMBRAPII

A EMBRAPII é uma organização social que tem contrato de gestão com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Educação (MEC) e Saúde. Atua por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas, tendo como foco as demandas empresariais e como alvo o compartilhamento de risco na fase pré-competitiva da inovação. Ao compartilhar riscos de projetos com as empresas, tem objetivo de estimular o setor industrial a inovar mais e com maior intensidade tecnológica para, assim, potencializar a força competitiva das empresas tanto no mercado interno como no mercado internacional.

MAIS NOTÍCIAS

FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RESTAURANTE COME COME
ART MÓVEIS
ADRIANO CONRADO
SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
DIGA NÃO!
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ROGÉRIO CALÇADOS
PADARIA ESTRELA
ELETRO CLIC
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +