Política

Secretário de Relações Internacionais propõe “aliança pela liberdade” com os EUA

Leia nota na íntegra
08/11/2020 - 10h01min Corrigir

O secretário de Relações Internacionais da Câmara dos Deputados, Alex Manente (Cidadania-SP), enviou mensagem ao presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, parabenizando-o pela vitória. “O Brasil e os Estados Unidos são duas grandes democracias que compartilham valores e mantêm, historicamente, fortes relações nas mais diferentes áreas. A Secretaria de Relações Internacionais trabalhará para estreitar ainda mais os laços de amizade e cooperação entre os nossos países”, diz ele na mensagem.

Manente também divulgou nota oficial em que expressa o desejo de que a eleição ponha fim à polarização política nos Estados Unidos. Leia a nota na íntegra:

“Parabenizo Joe Biden pela vitória. Com a eleição do novo presidente, torcemos para que a gestão Democrata consiga acabar com a polarização política. Esse problema afeta diretamente as bolsas de valores do mundo inteiro e provoca uma volatilidade econômica desnecessária.

A agenda ambiental deve pautar as relações com Biden. O novo presidente americano propôs um financiamento de bilhões de dólares para a preservação da Amazônia. E já disse que o Brasil pode enfrentar sanções, caso não pare a destruição da floresta tropical.

Os nossos acordos comerciais devem passar a ter uma linha mais prática, institucional em que a relevância econômica seja o norte. Os EUA devem se manter como o segundo maior parceiro comercial do Brasil. No entanto, um aumento do número de negócios bilaterais depende mais da recuperação da economia e de uma maior diversificação e competitividade da pauta de exportação. Não há possibilidade de rompimentos e sim de ampliação de parceiros comerciais em todo o mundo. Temos de buscar diversificar as exportações e aumentar a participação no mercado internacional.

Apesar da questão ambiental e alguns outros pontos específicos que possam gerar maiores discussões, a relação diplomática e os acordos já realizados vão se manter entre Brasil e EUA.

Desejamos muito sucesso a Joe Biden. O ocupante da Casa Branca vai ter nos próximos quatro anos papel essencial no avanço de um acordo de livre comércio internacional, na entrada do Brasil na OCDE e no nosso papel geopolítico na América Latina.

Politicamente, a vitória do democrata sinaliza a necessidade de uma reestruturação no discurso e nas práticas da direita latino-americana mais radical. É necessário que o governo Bolsonaro repense a sua política ambiental e os futuros pactos comerciais. O Brasil precisa honrar o futuro e formar com o novo presidente americano uma aliança pela liberdade, pluralidade e acordos comerciais multinacionais vantajosos para o povo brasileiro.”

MAIS NOTÍCIAS

ADRIANO CONRADO
RESTAURANTE COME COME
MÁRIO SERRALHEIRO
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ROGÉRIO CALÇADOS
SUPER SÃO JOSÉ
PADARIA ESTRELA
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ELETRO CLIC
OLIDATA
Mais Lidas
ADRIANO CONRADORESTAURANTE COME COMEMÁRIO SERRALHEIRO
FUNERÁRIA CAMAQUENSEROGÉRIO CALÇADOSSUPER SÃO JOSÉPADARIA ESTRELAART MÓVEISFUNERÁRIA BOM PASTORELETRO CLICOLIDATA
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +